Governo de São Paulo planeja quarentena flexível; entenda o que reabre!

Neste final de semana, a possibilidade de decretar lockdown no estado de São Paulo diminuiu. Embora o megaferiado que foi determinado na capital, e no estado, não tendo surtido o efeito desejado pelas autoridades.

Governo de São Paulo planeja quarentena flexível; entenda o que reabre!
Governo de São Paulo planeja quarentena flexível; entenda o que reabre! (Foto: Google)

Mesmo que o isolamento não tenha subido em 55% nos últimos dias, é possível que a quarentena seja flexibilizada e sejam retomadas diversas partes das atividades em algumas cidades, fazendo com que o estado comece a viver a chamada quarentena híbrida.

Foram antecipados os feriados de Corpus Christi (celebrado em junho) e da Consciência Negra (20 de novembro) para quarta (20) e quinta-feira (21) da última semana. Na sexta, foi definido como ponto facultativo.

Além disso, a Alesp aprovou a antecipação do feriado de 9 de julho, data da Revolução Constitucionalista de 1932 para hoje (25). O feriado é válido para todo o estado de São Paulo. 

A ideia é que essas medidas fizessem com que o nível de taxa de isolamento aumentasse para que o coronavírus não se dissemine. Mas, as estatísticas apontam que mesmo assim, a taxa de isolamento ficou em 49% na capital e 48% no estado. 

Os integrantes do comitê econômico e as autoridades de saúde do estado, não acreditam na eficácia do lockdown, pois aqueles que não estão respeitando o isolamento social não vão começar a obedecer por conta disso. 

Há também a possibilidade do estado obter mais problemas econômicos, por conta do fechamento dos comércios, já que não possuí uma garantia de benefício para essas pessoas.

Quarentena flexível em São Paulo

A ideia é adotar uma quarentena personalizada, na Região Metropolitana, por exemplo, pode ganhar restrições ao comércio, com retorno de atividades mediante cumprimento de protocolos sanitários. 

Essa possibilidade só será confirmada após os parâmetros de saúde como a curva de contágio e a taxa de ocupação de leitos de enfermaria e de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) nos hospitais do estado, serem confirmadas.

Por outro lado, cidades que possuem leitos de UTI com maior índice de desocupação, têm poucos casos de coronavírus e conseguem controlar, dentro de seus limites, a contaminação, poderão ter o fim da quarentena decretado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.