publicidade

Com a pandemia do novo coronavírus, diversas medidas foram implementadas para fazer com que os brasileiros tenham mais segurança e consigam realizar serviços dentro de casa, sem nenhuma necessidade de sair de casa. Pensando nisso, o Detran da Bahia lançou uma nova funcionalidade, no qual faz com que Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo eletrônico (CRLV-e) seja emitido de forma online.

Detran da Bahia ALTERA forma de acesso ao CRLV 2020 (Reprodução/Internet)
Detran da Bahia ALTERA forma de acesso ao CRLV 2020 (Imagem: Reprodução/Internet)
publicidade

Medida está disponível desde o dia 27 de abril e está sendo oferecida pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA). De acordo com dados, o órgão já tinha registrado a emissão até o dia 13 de maio, com 36,5 mil documentos, por meio do SAC Digital.

O processo de emissão do CRLV-e pode ser realizado através do site www.sacdigital.ba.gov.br. Ao logar, o usuário irá seguir as instruções detalhadas no site e realizar os passos no detalhamento da documentação.

Vale ressaltar que é obrigatório o uso deste documento. Sendo implementado, não há necessidade de uso da CRLV em papel moeda e o envio dele pelos Correios.

Só pode ter acesso ao documento aqueles proprietários de veículos que estão com licenciamento integrado estiver em dia. Para regularizar, é necessário realizar o pagamento da taxa administrativa do Detran-BA, do IPVA, seguro DPVAT e multas existentes.

Quando o motorista circular portando o licenciamento atrasado configura infração gravíssima. Multa nesses casos é de R$ 293,47, remoção do veículo e sete pontos na carteira de habilitação.

O documento é uma garantia para os proprietários que estão com o veículo regularizado no departamento. Hoje, o CRLV pode ser obtido, depois de regularização estadual, através do aplicativo da Carteira Digital de Trânsito, onde também é possível consultar o histórico de emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e exportar os documentos e consultar infrações.

Vale ressaltar que quando documento obtiver a regularidade da emissão nos postos, o proprietário do veículo deverá ir até um destes espaços com o pagamento em dia do seguro obrigatório (DPVAT).

Além do DPVAT, é necessário também estar em dia com o Guia de Recolhimento de Taxas (GRT) do Detran-RJ. Este documento reúne as cobranças de licenciamento anual e de emissão do documento.

Juan Gouveia é formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É redator do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, direitos trabalhistas e finanças diariamente.