Beneficiários do auxílio emergencial precisam reformular a forma de utilizar o dinheiro. Nesta semana, a Caixa Econômica Federal deu início a mais uma rodada de pagamentos do coronavoucher. No entanto, nessa segunda parcela, a instituição em parceria com o governo federal, modificou a forma como o cidadão terá acesso a quantia. Inicialmente, os R$ 600 só poderão ser utilizados por meio de uma plataforma digital, intitulada Caixa Tem.  

Auxílio emergencial: saiba como USAR a segunda parcela de R$600 (Imagem: Reprodução - Google)
Auxílio emergencial: saiba como USAR a segunda parcela de R$600 (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

A ferramenta funciona como uma espécie de poupança, desenvolvida pela própria Caixa. Os cadastrados no programa receberão os valores já divulgados e não poderão saca-los imediatamente. Para poder administrar essas transições, foram criadas mais de 50 milhões de contas digitais que deverão ser totalmente acessadas pelo app Caixa Tem.  

Como acessar o auxílio emergencial no Caixa Tem 

Para poder ter acesso ao valor, os usuários deverão instalar a ferramenta em seus aparelhos celulares. O primeiro passo é acessar a área privada, por meio do login e senha informados na hora do cadastro.  

Na sequência, aparecerá na tela a função “Cartão de Débito Virtual”. Basta clicar na mesma e selecionar entre as seguintes opções: “Quero saber mais” e “Usar meu cartão virtual agora“. Ao iniciar o processo de utilização do cartão, o usuário deverá digitar novamente a senha do App Caixa Tem e depois conferir os dados.  

Nome completo, número com 16 dígitos, validade e código de segurança lhe será apresentado conforme as modalidades físicas. Para poder fazer compras online com o mesmo é preciso ir até lojas ou sites que aceitem a modalidade.  

O pagamento é feito por meio da leitura do código de segurança e não permite a possibilidade de parcelamento. Até o momento, marcas como o Extra, Carrefour, Pão de Açúcar, Assaí Atacadista, entre outras, estão inclusas.  

No caso de compras online, basta informar os números do cartão e código de segurança. Para o pagamento de boletos, o app do Caixa Tem apresenta uma aba onde o usuário deverá informar o código de barras e assim poderá registrar a quitação automaticamente.  

Sempre que for utilizar, o titular precisará ficar atento, pois a numeração do cartão será a mesma, mas os dígitos do código de segurança são atualizados para evitar fraudes. 

COMENTÁRIOS

Maria Eduarda Andrade, mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.