BC AUMENTA produção e circulação de dinheiro no país

País passa a funcionar com mais dinheiro em caixa. Por causa da crise do novo coronavírus, o Banco Central (BC) precisou amplificar a quantidade de papel-moeda em circulação por todo o território nacional. De acordo com a instituição, apenas nos últimos dois meses, foram liberados mais de R$ 52 bilhões em cédulas, fazendo com que o dinheiro em movimentação alcançasse a marca de R$ 311,5 bilhões.  

BC aumenta produção e circulação de dinheiro no país (Imagem: Reprodução - Google)
BC aumenta produção e circulação de dinheiro no país (Imagem: Reprodução – Google)

O principal motivo dessa ampliação diz respeito aos pagamentos do auxílio emergencial, que vem liberando benefícios de R$ 600 para um quarto da população.

Além disso, o BC explicou que é preciso manter a moeda com uma circulação mais evidente para tentar amenizar a ausência da mesma nas agências bancárias, tendo em vista que o isolamento social paralisou as atividades comerciais e faz com que o dinheiro demore a retornar as instituições.  

“O BC entende que o entesouramento pode ser consequência de três fatores: saques por pessoas e empresas para formação de reservas, diminuição do volume de compras no comércio em geral e porque parcela considerável dos valores pagos em espécie aos beneficiários dos auxílios ainda não retornou ao sistema bancário”, disse o banco. 

No entanto, é válido ressaltar que, essa ampliação não significa, como afirmam alguns economistas, que estão sendo produzidas novas cédulas. Trata-se de uma liberação (em maior escala) dos papéis-moedas já impressos para poder acompanhar a atual demanda da economia nacional.  

Como funciona a circulação do real 

Em tempos sem coronavírus, a população sacava seus pagamentos e ao longo do mês ia distribuindo esses valores em produtos do comércio, casas lotéricas, agências bancárias, entre outros serviços. Isso significa que, dentro de trinta dias essa quantia circulava por tais setores e voltava para os bancos.  

No entanto, com o isolamento social, a população está realizando suas transações por meio de plataformas digitais e o poder de compra e venda foi consideravelmente reduzido, fazendo com que os valores diminuíssem nessa rotação.  

Para solucionar tal efeito, o BC vem ampliando ofertas e recursos para os demais bancos, de modo que possa garantir a solidez do sistema financeiro. Porém, reforça que o período é de instabilidade e deverá perdura ao longo dos próximos meses.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA