publicidade

Durante a pandemia do novo coronavírus, as empresas financeiras estão criando soluções para tentar contornar a crise a auxiliar os brasileiros a passarem por este momento de forma mais confortável. As fintechs oferecem aos clientes possibilidade de realizarem empréstimos com condições especiais. O diferencial entre algumas dessas marcas é o oferecimento de crédito entre pessoas físicas, sem contato com banco.

Veja como pedir empréstimo entre pessoa física usando ESTAS fintechs (Reprodução/Internet)
Veja como pedir empréstimo entre pessoa física usando ESTAS fintechs (Reprodução/Internet)
publicidade

Apenas cinco empresas são autorizadas para realizar o procedimento no Brasil. Nos últimos meses houve uma crescente procura pelos empréstimos entre amigos. Com isto, juros cobrados são bem mais baixos.

Empréstimo entre pessoas (SEPs) permitem a entrada de bons pagadores. Ou seja, o interessado em emprestar seu dinheiro pode se cadastrar e os interessados em obter o empréstimo recebem uma classificação.

São analisados pontos ligados a sua reputação no mercado financeiro. Esta ação é feita tanto para quem empresta, quanto quem recebe. São autorizadas no Brasil as seguintes empresas: Bulla, MOVA, Mutual, UP.U e Nexoos – mas esta última apenas oferece opções para empresas, ou seja, pessoas jurídicas.

Confira as condições de empréstimos entre pessoas físicas

UP.U 

As condições para tomador são as seguintes: ser pessoas físicas ou jurídicas que tenham conta bancária.

  • Valor mínimo contratado: a partir de R$ 1 mil
  • Taxas de juros: partir de 0,90% ao mês

As condições para investidor são: ser pessoas físicas ou Jurídicas que tenham conta bancária.

  • Valor mínimo investido: a partir de R$ 100
  • Taxas de juros: retornos de 12% ao ano (rating A) a 85% ao ano (rating E)

Mutal

As condições para tomador são as seguintes: não ter restrição de SPC / Serasa e ter capacidade de pagamento (é preciso comprovar renda)

  • Valor mínimo contratado: R$ 1 mil a R$ 50 mil
  • Taxas de juros: 2,7% a 7,3% ao mês

As condições para investidor são: ter perfil de risco moderado a agressivo

  • Valor mínimo investido: primeiro aporte de, no mínimo, R$ 3 mil, podendo investir em cotas de R$ 200 em cada pedido de empréstimo
  • Taxas de juros: até 33% de retorno máximo. Investimento de risco, sujeito à inadimplência

MOVA

As condições para investidor são as seguintes: ser pessoas físicas e jurídicas

  • Valor mínimo contratado: R$ 10 por operação **
  • Taxas de juros: 2,7% a 7,3% ao mês

Bulla

As condições para tomador são as seguintes: não ter restrições no seu nome

  • Valor mínimo contratado: R$ 1 mil a R$ 5 mil (o máximo aumenta com o tempo e o comportamento)
  • Taxas de juros: 1,5% a 5,5% ao mês

As condições para investidor são: não estar com restrições no seu nome

  • Valor mínimo investido: R$ 1 mil a R$ 30 mil (o máximo aumenta com o tempo e a avaliação)
  • Taxas de juros: 1,5% a 5,5% ao mês
COMENTÁRIOS

Juan Gouveia, formado em jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É redator do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, direitos trabalhistas e finanças diariamente.