BEm: o que é? Quem recebe? E quais as vantagens

Nesta segunda-feira, dia 4, o Governo Federal iniciou o pagamento do Bem (Benefício Emergencial) para os trabalhadores com carteira assinada e que tenham sido prejudicados pela crise do coronavírus. Este benefício está sendo pago para aqueles funcionários que se encontram em regime intermitente (sem jornada ou salário fixos) e também para os que fizeram acordo de redução de salário ou suspensão de contrato de trabalho.

BEm: o que é? Quem recebe? E quais as vantagens
BEm: o que é? Quem recebe? E quais as vantagens (Reprodução: Google)

Mas o que é o BEm?

Trata-se de um auxílio em dinheiro para ajudar aqueles que trabalham com carteira assinada. O intuito do benefício é ser um complemento de renda em tempos de isolamento social.

Porém, esse benefício nada tem relação com o auxílio emergencial, que é destinado aos desempregados, trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores.

Pagamento do benefício

Os empregados intermitentes, que tenham a carteira assinada até no máximo dia 1º de abril, vão receber três parcelas no valor de R$ 600 cada. A primeira já está disponível desde o dia 4 de maio, segunda-feira, e para recebe-la é preciso utilizar o aplicativo Caixa Tem.

No caso dos trabalhadores que fizeram acordo para redução de salário ou suspensão de contrato, o valor varia de R$ R$ 261,25 e R$ 1.813,03 por mês e em até três vezes. Nesses casos, a primeira parcela será paga em até 30 dias após a comunicação do acordo, que deve ser feita pelo empregador diretamente ao Ministério da Economia.

Calendário dos intermitentes

Os empregados em regime intermitente vão receber de forma automática, através da Caixa Econômica Federal. São três parcelas de R$ 600 e a primeira já foi paga no último dia 4, segunda-feira. As demais seguirão as seguintes datas:

  • 2ª parcela: 1º de junho
  • 3ª parcela: 29 de junho

Para receber o benefício, o empregado precisa ter uma conta poupança na Caixa. Caso não tenha, o banco abrirá uma conta social digital, de forma gratuita, e para acessá-la e movimentá-la é necessário ter o aplicativo Caixa Tem.

Lembrando que este aplicativo é baixado de forma gratuita e está disponível para Android e iOS). Para sua utilização, o beneficiário deverá inserir seu CPF e um número de celular para verificação de identidade.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.