BB Previdência se posiciona após falha no sistema de segurança

Na última quarta-feira, 6 de maio, foi noticiado por uma série de portais de notícias, incluindo o FDR, que uma falha no sistema de segurança do BB Previdência resultou no vazamento de dados de 153 mil clientes e 46 companhias vinculadas à empresa. A instituição faz parte do Banco do Brasil e presta serviços previdenciários, sem relação com o Brasilprev.

publicidade
Exclusivo: BB Previdência se posiciona após vazamento de dados dos clientes
BB Previdência se posiciona após falha no sistema de segurança (Imagem: Reprodução/Google)

Após a circulação da notícia, o Banco do Brasil se posicionou sobre o caso. Segunda a instituição, logo quando foram identificadas falhas no sistema, a página da internet foi tirada do ar. Reduzindo o número de possíveis vítimas.

O banco diz que foram constatadas as consultas de dados de 106 clientes, mas acredita que a maioria delas tenha sido feita pelos próprios titulares dos planos previdenciários.

publicidade

A ideia inicial de criar o sistema online foi para evitar que as pessoas precisassem se dirigir a um ponto físico do BB Previdência durante a pandemia do Covid-19. A página estava no ar há vinte dias. 

A nota finaliza dizendo que nenhum cliente foi prejudicado com débitos indevidos. O que tranquiliza a maioria dos associados.

“A BB Previdência acrescenta que em nenhum momento foi possível realizar transferência de recursos para contas com CPF diferente do titular do plano de previdência”, afirmam.

Entenda o caso de vazamento do BB Previdência

No dia 6 de maio o portal de notícias Olhar Digital publicou a primeira informação sobre o vazamento de dados dos associados da empresa.

A falha aconteceu na página “Retirada de Patrocínio”, e permitia que dados como: nome, CPF, data de nascimento, endereço, email, telefone, CNPJ da empresa e tipo de plano, fossem consultados no portal.

As informações poderiam ter sido usadas por golpistas, hackers e demais criminosos durante uma tentativa de uso indevido de dados.

publicidade

Mas, como foi informado, e reportou a nota enviada pela BB Previdência, não foram identificados golpes ou extorsão.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Lila Cunha
Lila Cunha é formada em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Atua como repórter especial para o portal FDR. É responsável por selecionar as informações abordadas e garantir o padrão de qualidade das notícias veiculadas. Além disso, trabalha com apuração de hard news desde 2019, cobrindo o universo econômico em escala nacional.