Bolsa Família: 700 mil inscritos não receberam R$600 por conta DESTES motivos

No último sábado (2), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que cerca de 700 mil beneficiários do programa Bolsa Família não receberão o auxílio emergencial de R$600, pago pelo governo por conta da pandemia causada pelo coronavírus. Isso deve acontecer, pois esses não se enquadram nas regras do programa.

publicidade
Bolsa Família: 700 mil inscritos não receberam R$600 por conta DESTES motivos
Bolsa Família: 700 mil inscritos não receberam R$600 por conta DESTES motivos (Foto: Google)

De acordo com ele, esses beneficiários possuem emprego com carteira assinada ou recebem outro benefício do governo, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Guimarães afirmou que um milhão de pessoas retiraram os benefícios usando seus cartões. O presidente da Caixa não detalhou o volume que foi realizado o saque pelos clientes da Caixa. 

publicidade

Até sábado (2), às 14 horas, 892,6 mil pessoas sacaram R$506 milhões sem o uso do cartão. A segunda parcela do pagamento do auxílio será divulgada após uma reunião com o Presidente Jair Bolsonaro, ainda nesta semana. 

Guimarães afirmou que já apresentou uma proposta de datas para o ministro da Economia, Paulo Guedes e terá uma reunião com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. Depois de acertar com Onyx será realizada a reunião com Bolsonaro. 

Agências abertas para Bolsa Família 

As agências da Caixa estão com filas muitos grandes, segundo Pedro Guimarães, essa fila ocorre por conta dos beneficiários do Bolsa Família e os informais que não possuem conta, mas que demandam atendimento pessoas dos empregados do banco público.

De acordo com Guimarães, o banco vai ter cerca de 1,4 mil agências abertas no próximo sábado (9) para a realização do saque do auxílio.

No dia 2, 902 unidades do banco abriram e foram sacados cerca de R$505,8 milhões por 892,6 mil beneficiários, conforme o balanço preliminar. 

Já foram pagos, até agora, R$35, bilhões a 50,5 milhões de pessoas. O presidente do banco estimou que a Caixa deve liberar o benefício a pelo menos cerca de mais de 10 milhões de pessoas.

publicidade

Após dizer, na sexta-feira (1), que é é “impossível acabar com as filas” e que estava tomando todas as medidas para tentar reduzi-las, Guimarães afirmou neste sábado (2), que o pagamento foi “um sucesso” e que as filas formadas acabaram em poucas horas graças à melhorias de tecnologia no banco.

 

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.