Seguro desemprego falha e trabalhadores não conseguem receber

Milhares de trabalhadores ficam sem acesso ao seguro desemprego. Na última semana, uma reportagem especial do portal Folha de São Paulo, apresentou a realidade de brasileiros que estão tentando dar entrada em seus benefícios trabalhistas e não conseguem devido a problemas no sistema do poder público. De acordo com a matéria, o site da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, responsável pela liberação do pagamento, está fora do ar desde o mês de março.  

Seguro desemprego mostra falhas e trabalhadores não conseguem receber (Imagem: Reprodução - Google)
Seguro desemprego mostra falhas e trabalhadores não conseguem receber (Imagem: Reprodução – Google)

Com a chegada do Covid-19, o atendimento presencial para a solicitação do seguro desemprego foi suspenso em todo o país.

Desse modo, para poder ter acesso ao benefício, os cidadãos precisam acessar o site do governo ou então o aplicativo Carteira de Trabalho Digital. 

No entanto, muitos estão relatando que ambas as ferramentas não permitem novos pagamentos, fazendo com que se crie uma nova fila de espera no sistema público.  

Central de atendimento do seguro desemprego – 158 

Além das ferramentas digitais, a população conta ainda com uma central telefônica que também não está funcionando. De acordo com a reportagem, ao ligar os beneficiários são informados de que as linhas estão ocupadas e é preciso retornar em um novo momento. Há pessoas que estão nessa espera a quase 4 semanas.  

Houve casos em que, ao ser atendido, um servidor foi informado, pela atendente, que o status de seu benefício ainda estava sob análise. De acordo com o mesmo, toda a documentação necessária para a comprovação de sua renda já teria sido aprovada, fazendo com que não houvesse justificativa para tal avaliação em aberto.  

Queixas do Ministério do Trabalho  

Mediante a essa situação, advogados trabalhistas recomendam que, aqueles que ficarem descobertos, deem entrada em uma ação no Ministério do Trabalho, de modo que possam ficar resguardados judicialmente.  

Para isso, é preciso comprovar as tentativas de ligações, ter em mãos os números dos protocolos e também salvar a tela das ferramentas (site e aplicativo) na qual apresentam esperas e erros.

Estando com a documentação toda regularizada, dentro das exigências determinadas pelas leis trabalhistas para ter acesso ao seguro desemprego, o cidadão deve ser coberto pela justiça até que seu auxílio seja repassado.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA