Como começar a investir? Guia PRÁTICO para primeiros passos no mercado

Mesmo no meio de tantas turbulências, o mercado financeiro pode ser uma excelente maneira de multiplicar seu patrimônio no longo prazo. Contudo, como começar a investir em um cenário tão pessimista? Foi pensando exatamente nisto que preparei este guia para quem quer começar, mas não sabe como!

Como começar a investir? Guia PRÁTICO para primeiros passos no mercado
Como começar a investir? Guia PRÁTICO para primeiros passos no mercado (Imagem: Reprodução Google)

Escolha um corretora

Embora muitos bancos também reúnam produtos de investimentos para os correntistas, o ideal para o investidor é procurar uma instituição especializada e com taxas menores.

O primeiro passo é encontrar uma corretora de confiança e com boas condições de investimentos.

Neste primeiro momento pode ser melhor focar apenas nas taxas para Renda Fixa e depois as taxas cobradas em ações e derivativos.

Alguns pontos importantes na hora de escolher uma boa corretora:

  • Escolha uma empresa sólida e confiável.
  • Pesquise sobre o atendimento aos investidores.
  • Dê preferência à corretoras com portfólios de investimentos maiores.

Um bom exemplo de corretora de valores é a Easynvest, pois é simples de entender a plataforma e possui grande diversidade de serviços.

Construa sua Reserva de Emergência

Como tenho sempre falado, o primeiro investimento que deve ser feito e um dos mais importantes, é a sua Reserva de Emergência.

De maneira geral, a reserva de emergência é um investimento de suporte para gastos imprevistos e momentos emergenciais onde pode ser necessário fazer um saque de dinheiro no mesmo dia.

Por isso deve-se investir em um produto com alta liquidez, ou seja, com grande facilidade para fazer qualquer resgate e receber o valor investido o mais rápido possível.

O valor ideal da Reserva de Emergência é de 6 a 10 vezes seus gastos fixo mensais, alguns investimentos que ele pode incluir:

  • CDB’s pós-fixados com liquidez diária;
  • Tesouro Selic;
  • Contas digitais com rendimentos de 100% do CDI.

Invista para a sua aposentadoria

Após construir sua reserva de emergência, o próximo passo é escolher investimentos de longo prazo.

Investimentos de longo prazo também podem ser compra de imóvel, educação dos filhos etc qualquer objetivo financeiro que necessite de planejamento.

Como o horizonte de tempo para esse tipo de investimento é maior, o investidor pode se sujeitar a um nível de risco maior.

É aqui que podem entrar investimentos em Renda Variável, ações, commodities, moedas etc.

Para investimentos de longo prazo é importante pesquisar os produtos que existem em mais de uma corretora, assim você tem certeza antes de investir.

Alguns investimentos para longo prazo:

  • Ações e Fundos de Ações;
  • Fundos Multimercados;
  • Títulos de Renda Fixa High Grade.

Investimentos Pontuais

Com os maiores objetivos financeiros traçados, outros tipos de investimentos com prazos definidos são indicados para objetivos com prazos também definidos: viagem, casamento, graduação ou pós-graduação, enfim, objetivos futuros, mas com prazos mais ou menos definidos.

A vantagem deste tipo de investimento é aproveitar os títulos que não permitem resgate antecipado, geralmente este tipo de investimento tem uma taxa de juros maior e pode valer mais a pena ao investidor.

Para esse tipo de investimento, podemos usar:

  • CDB’s sem liquidez;
  • Tesouro Prefixado;
  • Tesouro IPCA+;
  • Debêntures e outros tipos de crédito privado.

Além de como começar a investir: acompanhando os investimentos

É importante manter uma planilha para acompanhamento da carteira, assim você sabe mais facilmente quais investimentos estão rendendo mais e quais já podem ou não serem resgatados.

Uma planilha de acompanhamento também vai te ajudar na hora de declarar imposto de renda. como um registro das suas movimentações.

E aqui uma última dica, é importante saber a hora certa de entrar e sair de um investimento, realizar muitas movimentações, ou resgatar na primeira desvalorização pode ser uma estratégia perigosa.

O ideal é entender cada momento e ter paciência para deixar o capital se valorizar. O mais indicado é pesquisar bastante e só realizar as movimentações nos momentos certos e quando tiver certeza.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Sandro Messa
Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.