2° parcela do auxílio emergencial: veja QUANDO o governo pretende pagar

Pagamento da 2° parcela do auxílio emergencial deverá ser definido na próxima semana. Nessa quinta-feira (23), o ministro da cidadania Onyx Lorenzeti, informou que não poderá realizar a antecipação do coronavoucher. A nova rodada começaria a ser liberada no dia 27 de abril, mas foi suspensa até que o ministério da economia aprove a concessão de novos recursos.  

2ª parcela do auxílio emergencial: veja QUANDO o governo pretende pagar (Imagem: Reprodução - Google)
2ª parcela do auxílio emergencial: veja QUANDO o governo pretende pagar (Imagem: Reprodução – Google)

Em seu comunicado, Onyx garantiu que o novo cronograma já está sendo feito e deverá ser publicado a partir da próxima segunda-feira (27). De acordo com ele, é preciso que haja uma reunião com os representantes econômicos para contabilizar a despesa gasta com os novos cadastros. 

“No início da semana que vem, vai se estabelecer o cronograma da segunda parcela e algumas pessoas vão receber a primeira e a segunda parcelas juntas“, informou em entrevista ao programa Brasil Urgente. 

O representante explicou que o número de solicitações foi maior do que a quantia prevista inicialmente. Somente nos últimos dias, foram realizados mais de 32 milhões de cadastros.

Até o momento, o auxílio foi pago para cerca de 9,5 milhões de pessoas presentes no Cad-Único e mais 13,3 milhões pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial e pelo site auxilio.caixa.gov.br. 

Falta recursos para concluir a primeira parcela 

Questionado sobre a nova distribuição de verba para custear a medida, o ministro alegou que foram solicitados mais R$ 20 milhões ao ministério da economia, pois não há mais dinheiro em caixa para pagar os novos beneficiários.

As projeções dos institutos era da ordem de 7 milhões de invisíveis, já estamos com mais de 20 milhões“, disse. 

Para o recurso ser aprovado, o presidente Jair Bolsonaro deverá assinar uma medida provisória.

O texto foi enviado para ele na noite desta quinta-feira (23) e deverá ser validado ainda hoje. QuanTo aos novos valores que serão necessários para a segunda e a terceira rodada, o governo ainda precisará avaliar as projeções econômicas para saber como irá custear.  

Sobre o auxílio emergencial  

Trata-se de uma medida que tem como finalidade minimizar os efeitos da crise do covid-19O valor varia entre R$ 600 e R$ 1.200 e vem sendo ofertados para aqueles que tenham uma renda per capita de até R$ 522, trabalhadores autônomos, desempregados, beneficiários do Bolsa Família e mais.  

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.