Atenção, MEI! Passo a passo para manter a empresa saudável durante o coronavírus

Além do auxílio emergencial, outras medidas podem ajudar seu pequeno negócio nessa crise do coronavírus. Veja o que cada microempreendedor (MEI) pode fazer para manter a sua saúde financeira.

publicidade
Atenção, MEI! Passo a passo para manter a empresa saudável durante o coronavírus
Atenção, MEI! Passo a passo para manter a empresa saudável durante o coronavírus (Reprodução: Reprodução Google)
publicidade

É difícil falar de maneira geral para todo o tipo de microempresas, já que existe uma grande variedade de MEIs com atuações muito diferentes.

Cada área tem a sua especificidade e maneiras diferentes de adaptar seus produtos ou serviços para esta crise. O que temos em comum entre todos os empreendedores, desde os pequenos aos maiores, é o planejamento financeiro.

Sei que pode ser difícil falar de planejamento em um momento tão delicado, as vezes temos a sensação que deixar de pensar em um problema o torna menor, mas isso não é verdade. É importante, mesmo durante uma crise tão elevada, contabilizar todos os números do seu negócio.

Lembre-se que você é o dono do seu negócio

Muitos MEIs trabalham como prestadores de serviço e recebem via PJ: Motoristas de aplicativos, domésticas, entregadores, cabeleireiros e manicures por exemplo.

Pode ser difícil para esses profissionais se enxergarem como o dono dos seus negócios, já que estão debaixo de uma outra hierarquia.

Com “sentir-se dono do seu negócio” não quero dizer ser chefe, e sim entender que você é a pessoa responsável pela administração dos seu ganhos e gastos com a sua atividade.

Essa mudança de posicionamento pode mudar a maneira como você lida com o seu negócio. Mesmo trabalhando para outra instituição, é o MEI que precisa se preparar, planejar e antecipar mudanças que podem acontecer.

Isso significa tratar seu salário como faturamento, separar valores para um caixa financeiro, não misturar as contas PF com PJ e muitos outros passos que podemos dar quando achamos que continuamos sendo empregados CLT.

Busque novas fontes de renda

Como dono do seu negócio você tem toda autonomia para buscar novas fontes de renda, seja procurando mais clientes ou acrescentando mais produtos na prateleira.

Aumentar o número de parcerias com aplicativos para quem é motorista ou entregador, criar pacotes com mais serviços e com uma margem de lucro maior para quem é diarista ou cabeleireiro por exemplo.

De qualquer maneira busque tudo aquilo que você pode fazer durante a quarentena e que te traga um receita e consequente um salário maior.

Crédito BNDES para MEI

Esse ponto pode ser um pouco polêmico, recentemente o Banco BNDES anunciou linhas de crédito para MEIs.

Esse tipo de crédito funciona exatamente como um empréstimo bancário, mas com taxas mais baixas.

Claro que é necessário muito prudência antes de tomar esse tipo de decisão. Porém esse recurso pode te ajudar a comprar novos equipamentos e materiais que te ajudem a vender e ganhar mais.

É importante lembrar que não é saudável misturar dívidas pessoas e da empresa, por exemplo pegar um recurso no BNDES para compras pessoais, isto vai prejudicar a saúde financeira da sua empresa nos próximos meses.

Negocie despesas

É natural para muitas empresas e MEIs acumular despesas para os meses seguintes, principalmente com fornecedores.

Pde ser de grande ajuda tentar negociar esses valores durante a crise, além de ser muito vantajoso para você, também é bom para o seu fornecedor que vai continuar fazendo negócios se a sua empresa continuar saudável.

Buscar uma negociação com todas as empresas que te fornecem materiais é muito importante neste momento, já que qualquer quantia a mais de lucro te ajuda a manter a empresa.

É fácil usar esse argumento com cada fornecedor, todos sabemos que o momento é difícil e é melhor cobrar menos, mas manter o negócio por mais tempo.

Planeje os próximos passos

Acompanhar o fluxo de caixa do seu negócio é um tema recorrente nesta coluna. Já mostrei como o planejamento é importante para dar mais segurança ao MEI. Assim como mencionei sobre as dicas essenciais para pequenas empresas no Pós Crise

Com certeza que é comerciante ou empreendedor conhece a frase: “Vendendo o almoço para comprar a janta.” É claro que todos passamos por momentos de escassez, mas o planejamento te ajuda a evitar esse círculo vicioso.

Faça estimativas pessimistas e otimistas de como serão os seus próximos faturamentos e se planeje para passar pelo pior cenário. Agindo assim provavelmente esse período será um pouco melhor do que planejado.

Sandro MessaSandro Messa
Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.