Sobe número de pessoas que podem receber auxílio emergencial

O governo de Jair Bolsonaro prevê que 70 milhões de brasileiros recebam o auxílio emergencial, de acordo com o que informou o Ministério da Cidadania. No anúncio do programa era estimado que cerca de 54 milhões de pessoas fossem beneficiadas com o pagamento que tem o objetivo de minimizar os impactos causados com a pandemia.

Sobe número de pessoas que podem receber auxílio emergencial
Sobe número de pessoas que podem receber auxílio emergencial (Imagem:Montagem/FDR)

Em nota, no site do Ministério, foram apontadas novas projeções para o pagamento do coronavoucher. 

Leia também: Câmara muda regras de cadastro no site e App do coronavoucher

“Segundo projeções do Ministério da Cidadania, 51 milhões de pessoas inscritas no Cadastro Único do Governo Federal são elegíveis ao benefício. Isso significa 70% das pessoas que estão nas bases de dados federais e 95% dos integrantes do Bolsa Família. Ao todo, o Cadastro Único reúne cerca de 73,4 milhões de pessoas”, informou.

Os informais, autônomos, desempregados e MEIs, também podem solicitar o benefício por meio do cadastro no site e aplicativo do auxílio emergencial.

De acordo com a Caixa Econômica, nesta quarta-feira (15) até as 17h 36,3 milhões de pessoas já tinham se cadastrado por esses meios.

Segundo o Dataprev, 71,3% dos pedidos que foram feitos até o dia 10 de abril tiveram o direito reconhecido para receber o auxílio emergencial, ou seja, 29% dos que foram inscritos no site e no aplicativo não foram habilitados para receber. 

O benefício, com valores que vão de R$600 até R$1.800, foi aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente como resposta aos efeitos econômicos causados pela pandemia de coronavírus. 

O orçamento total, que será destinado por meio de Medida Provisória, para esses pagamento é de R$98 bilhões.

Calendário de pagamentos do auxílio emergencial

Nesta quinta-feira (16), a Caixa começou a pagar a primeira parcela do Auxílio Emergencial para os beneficiários do Bolsa Família e para os trabalhadores que se inscreveram no programa emergencial por meio do aplicativo e do site.

Os trabalhadores inscritos no Cadastro Único e que não recebem o Bolsa Família já começaram a receber o benefício na semana passada. Segundo a Caixa, já foram pagos cerca de R$ 3,2 bilhões a 4,9 milhões de pessoas.

São três calendários de pagamento diferentes:

  1. Para quem se inscreveu para receber o Auxílio Emergencial através do aplicativo ou do site do programa.
  2. Para os inscritos no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família e mulheres chefes de família;

Leia também: Procon estagna e divulga novo valor do botijão de gás em SP

3. Para os beneficiários que recebem o Bolsa Família.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA