Pagamento do auxílio emergencial foge da expectativa e fica acima do esperado

A medida divulgada pelo governo federal na última semana, que garante o pagamento do auxílio emergencial para trabalhadores informais, intermitentes, desempregados e beneficiários do Bolsa Família durante o período de pandemia do novo coronavírus, assume números surpreendentes.

Pagamento do auxílio emergencial foge da expectativa do governo e fica acima do esperado
Pagamento do auxílio emergencial foge da expectativa do governo e fica acima do esperado (Imagem: FDR)

A expectativa inicial do governo era de que 54 milhões de brasileiros fossem beneficiados com os R$ 600 garantidos do auxílio. Mas, de acordo com levantamento divulgado ontem (14), o número poderá chegar a 70 milhões de pessoas, de acordo com Ministério da Cidadania.

Leia Também: URGENTE! Auxílio de R$600 não foi repassado para 30% dos inscritos no CadÚnico

O número inicial teve uma divergência, pois logo quando divulgados os dados da Dataprev, estatal responsável por identificar quem são os trabalhadores que têm direito ao benefício, o número de trabalhadores informais elegíveis era de 51,4 milhões.

Deste número, são correspondentes aqueles que se encontravam invisíveis nos cadastros do governo. Sem considerar, portanto, outros 35 milhões de informais que se cadastraram no aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Sendo assim, os R$ 98 bilhões previstos pelo Ministério da Economia para bancar esse programa emergencial podem não ser suficientes. Considerando o novo número, no qual pontua as pessoas antes invisíveis.

De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, 23 milhões de pessoas se cadastraram entre os dias 7 e 10 de abril no aplicativo do auxílio emergencial. Mas deste total, apenas 16,4 milhões são consideradas aptas.

Ainda neste grupo, 11,2 milhões são chefes de família e estão em processo de homologação no Ministério a Cidadania. Previsão é de que a lista seja repassada à Caixa Econômica Federal ainda nesta quarta-feira.

Já outros 12 milhões de trabalhadores, que fizeram o cadastro na Caixa entre sábado e terça-feira, estão em processo de análise na Dataprev. De acordo com o último balanço da Caixa, até as 18h de ontem (14), 35,5 milhões de cadastros foram concluídos.

Leia Também: Bolsa Família paga pela primeira vez R$600 aos inscritos

Números totais mostram que 41,8 milhões são beneficiários do Bolsa Família. Estes receberão a partir de amanhã, dia 16, seguindo o cronograma normal de pagamento.

O ministro detalha que até o final da semana, ele espera que 20 milhões de pessoas recebam os recursos. O governo já distribuiu R$ 3,582 bilhões até o momento.

Nos últimos dias, 35,5 milhões de pessoas se cadastraram no aplicativo da Caixa. Mas muitos não conseguiram devido a pendências no CPF. O número do documento é exigido para se cadastrar, inclusive no caso de filhos menores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA