PAGO: Bolsa Família libera pela primeira vez R$600 aos inscritos

Desde terça-feira (14), o governo começou a realizar o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial de R$600 para os integrantes do Cadastro Único (Cadúnico). No entanto, os beneficiários do Bolsa Família receberão apenas a partir de amanhã (16).

Bolsa Família paga pela primeira vez R$600 aos inscritos
Bolsa Família paga pela primeira vez R$600 aos inscritos(Foto: Google)

O auxílio emergencial vai ser pago para os trabalhadores informais, desempregados, contribuintes individuais do INSS e MEIs. 

Leia também: Auxílio emergencial atrasa repasse de R$600 e trabalhadores reagem

Serão depositadas três parcelas no valor de R$600. As mulheres que são mães e chefe de família poderão receber R$1,2 mil por mês.

De acordo com a Caixa, cerca de 9,4 milhões de pessoas vão receber o auxílio até o final dessa semana. 

Até sexta-feira (17), o banco espera pagar cerca de R$4,7 bilhões para os inscritos do Bolsa Família e inscritos no Cadastro Único com conta de poupança digital na Caixa ou no Banco do Brasil.

Os beneficiários do Bolsa Família que recebem pelo programa de transferência de renda um valor menor que o do auxílio vão poder ter acesso aos R$600 a partir do dia 16 de abril. Os repasses seguem o calendário de pagamento do programa.

Para os outros trabalhadores, a segunda parcela será paga no final do mês de abril. Incluindo aqueles que estão inscritos no Cadastro Único e que não recebem o Bolsa Família, além dos trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 27 e 30 de abril

Quem recebe Bolsa Família receberá últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa. O mesmo acontece na terceira parcela, para esse grupo o pagamento será feito conforme a folha de junho. 

Segundo dados do Ministério da Cidadania, cada inscrito no Bolsa recebe por mês um incentivo salarial de R$188. Logo, com a possibilidade de reforço no pagamento durante os próximos meses, o salário de cada inscrito será pelo menos 3 vez maior que a média.

Apenas os cadastrados no Bolsa Família terão acesso ao auxílio emergencial, os demais que recebem outros benefícios assistenciais permanecem tendo direito ao seu salário comum. Por exemplo, inscritos no BPC, recebedores do seguro desemprego e etc.

Confira o calendário que segue o número final do cartão, antes do dígito, para definir as datas de repasse do novo valor.

Fonte: Caixa

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.