Cota única do IPTU Porto Velho 2020 é prorrogada e atualiza vencimento

A prefeitura de Porto Velho estendeu o prazo para o pagamento do Imposto sobre Propriedade Territorial e Urbana (IPTU). A medida foi tomada por conta da pandemia causada pelo coronavírus, para diminuir os impactos econômicos que cidadãos estão tendo. Agora, o IPTU Porto Velho 2020 será pago no fim do próximo mês. 

Cota única do IPTU Porto Velho 2020 é prorrogado com data atualizada
Cota única do IPTU Porto Velho 2020 é prorrogado com data atualizada (Imagem:Reprodução/Google)

Inicialmente, o pagamento deveria ser feito até o dia 31 de março, mas com a mudança ele pode ser realizado até o dia 31 de maio. 

Leia também: IPTU Palmas 2020: Última oportunidade para pagamento com desconto

O valor a ser pago e o boleto podem ser consultados no site da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), já que o órgão não está com atendimento presencial.

O IPTU Porto Velho 2020 pode ser pago em cota única ou parcelado em até 10 vezes, desde que nenhuma parcela tenha valor menor que R$77,09

A segunda via do IPTU pode ser impressa na página do Semfaz. O vencimento para aqueles que vão realizar o pagamento em cota única foi prorrogado pelo prazo de 60  dias pela prefeitura de Porto velho.

Além disso, o município também fez outras mudanças nos vencimentos dos tributos, como:

  • Mais 90 dias para o pagamento do Imposto Sobre Serviço (ISS);
  • Prorrogou por 60 dias da taxa de lixo;
  • Prorrogou de licenças e alvarás para até 31 de maio;
  • Certidões negativas terão validade por mais 90 dias;
  • Prorrogou por 60 dias de alvarás da vigilância sanitária;
  • Pagamento antecipado dos servidores municipais.

O IPTU é cobrado pela prefeitura de cada município e deve ser pago por todos aqueles que possuem um imóvel em área urbana, seja ele uma casa, apartamento, sala comercial ou outros tipos de propriedades. 

O valor a ser pago varia de acordo com a cidade e o valor venal do imóvel, que é utilizado como base para o cálculo do valor a ser pago pelo contribuinte. 

Os cidadãos precisam realizar o pagamento do IPTU, pois se ficar em dívida terá o acréscimo de multa e de juros pelo período de inadimplência. 

Além disso, fica impossibilitado de realizar a negociação do imóvel ou colocá-lo à venda. Algumas propriedades chegam a ir a leilão para que a prefeitura receba esse dinheiro.

Leia também: ‘Coronavoucher’ paga R$600 para MEI e não inscritos no CadÚnico essa semana

O nome do proprietário do imóvel será inscrito em dívida ativa e a solicitação de crédito nos bancos poderá ser negada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA