Banco do Brasil cria regras especiais no oferecimento de empréstimo aos negativados

Antes da crise econômica do coronavírus, já haviam cerca de 60 milhões de brasileiros negativados, ou seja, cerca de 30% da população economicamente ativa do país. Com essa crise a tendência é que mais pessoas entrem para as listas de inadimplentes do SPC e Serasa. Apesar disso, o Banco do Brasil possui um empréstimo para os negativados com a primeira parcela daqui seis meses e juros reduzidos

Banco do Brasil cria regras especiais no oferecimento de empréstimo aos negativados
Banco do Brasil cria regras especiais no oferecimento de empréstimo aos negativados (Imagem: Reprodução/Google)

O público-alvo do Banco do Brasil são os aposentados, pensionistas do INSS, servidores públicos e até mesmo funcionários de empresas privadas que tem convênio com o Banco.

Leia Também: Banco do Brasil lança novidade no APP para usuários de cheque

Mesmo sem possuir conta no BB, é possível adquirir o crédito. O empréstimo para os negativados do Banco do Brasil funciona com parcelas fixas e taxas de juros reduzidas, variando entre 2,5% e 3,5%.

Além disso, o pagamento da primeira parcela é de apenas 6 meses, ou seja, 180 dias após a contratação do mesmo. É possível parcelar em até 96 vezes, e não há nenhuma consulta ao SPC ou Serasa.

Entretanto, o empréstimo para negativados do BB só pode ser contratado por pessoas com até 80 anos.

O banco libera o crédito para aposentados, pensionistas do INSS, servidores públicos, militares e até mesmo trabalhadores de empresas privadas, desde que sejam conveniadas ao Banco do Brasil. Para saber mais, contate o setor de RH da sua empresa.

Outra alternativa contratar o empréstimo para negativados do Banco do Brasil é acessando o site ou o aplicativo BB, caso você tenha conta no banco.

Cheque do Banco do Brasil

Os clientes do Banco do Brasil podem fazer a sustagem de cheques por meio do aplicativo da instituição. Essa novidade evita que os clientes compareçam até as agências no meio da pandemia do coronavírus.

Essa ferramenta está disponível para os cheques que tenham valor a partir de R$3 mil reais. Para os cheques abaixo desse valor, o cliente deve apresentar uma ocorrência policial para poder sustar de forma eletrônica. 

Os clientes interessados na função, devem entrar no aplicativo e procurar a aba “conta corrente”, que fica disponível no menu.  

Depois de clicar nessa aba, aparece a opção cheques e logo depois o botão “sustação/revogação ou baixa”.

Leia Também: Covid-19: IPTU de Rio Branco pode ficar isento para público específico

De acordo com o Banco, essa solução digital traz segurança e comodidade para os clientes que utilizam cheque

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA