Banco do Brasil lança novidade no APP para usuários de cheque

Os clientes do Banco do Brasil podem fazer a sustagem de cheques por meio do aplicativo da instituição. Essa novidade evita que os clientes vá até as agências no meio da pandemia do coronavírus.

Banco do Brasil lança novidade no APP para usuários de cheque
Banco do Brasil lança novidade no APP para usuários de cheque (Imagem: Reprodução/Google)

Essa ferramenta está disponível para os cheques que tenham valor a partir de R$3 mil. Para os cheques abaixo desse valor, o cliente deve apresentar uma ocorrência policial para poder sustar o cheque de forma eletrônica. 

Leia Também: Vagas abertas: 102 oportunidades em Piracicaba com inscrição imediata!

Os clientes interessados na função, devem entrar no aplicativo e procurar a aba “conta corrente” que fica disponível no menu.  

Depois de clicar nessa aba, aparece a opção cheques e logo depois o botão “sustação/revogação ou baixa”.

De acordo com o Banco do Brasil, essa solução digital traz segurança e comodidade para os clientes que utilizam esta opção de pagamento. 

Mesmo com o uso do cheque caindo, ele ainda continua a ser usado por uma parcela da população.

Conforme o Banco Central, no ano passado foram compensados em média 32 milhões de cheques por mês em todo o sistema financeiro nacional.

Bradesco, Caixa, Itaú e Santander, realizaram o processamento de mais de 2 milhões de pedidos de renegociação de dívidas.

Pedidos de renegociação de dívidas do Banco do Brasil

Os bancos do país estão prorrogando dívidas de financiamento e créditos durante a crise. De acordo com o levantamento parcial que foi divulgado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o valor dessas negociações chega a R$ 200 bilhões.

Nessas operações as instituições deram um período de carência de dois a três meses no vencimento de parcelas em várias linhas como: crédito pessoal, crédito imobiliário, crédito com garantia de imóveis, crédito para aquisição de veículos e capital de giro.

Tanto empresas, quanto pessoas físicas, estão reclamando da falta de acesso a medida de pausa nos contratos de cobrança de juros referentes ao período de prorrogação e dificuldades em entrar em contato com os bancos. 

Em nota, a Febraban diz que “os bancos estão totalmente sensibilizados com a necessidade de os recursos chegarem rapidamente na ponta e continuarão agindo com foco para que o crédito seja dado nas mãos das pessoas físicas e das empresas”.

Leia Também: COMEÇA HOJE: Pagamento dos R$600 a informais inscritos no CadÚnico

Os pedidos do Banco do Brasil chegam a marca de 200 mil, isso equivale ao valor de R$60 bilhões.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA