COMEÇA HOJE: Pagamento dos R$600 a informais inscritos no CadÚnico

Atenção trabalhadores informais inscritos no Cadastro Único! Hoje (7) começa o pagamento de R$600 referente ao voucher de ajuda emergencial do governo. Cerca de 10 a 18 milhões de pessoas irão receber neste primeiro momento.

COMEÇA HOJE: Pagamento dos R$600 a informais inscritos no CadÚnico
COMEÇA HOJE: Pagamento dos R$600 a informais inscritos no CadÚnico (Foto: Google)

Os trabalhadores informais serão os primeiros a receber o voucher de ajuda. Cabe ao DataPrev, estatal encarregada de realizar o processamento dos dados do INSS, de selecionar os trabalhadores inscritos no Cadastro Único que estão aptos a receber o benefício. Após este processo, os dados serão encaminhados para que a Caixa comece os pagamentos.

Leia Mais: Finalmente: Pagamento do auxílio de R$600 começa essa semana; veja quem recebe

Sendo assim, de acordo com Onyx Lorenzoni ministro da Cidadania, trabalhadores com conta na Caixa ou no Banco do Brasil, começam a receber hoje (7), com o crédito caindo direto nas contas bancárias. Para os demais bancos, os pagamentos começam amanhã (8).

O ministro falou também que o governo quer agilizar os pagamentos para os trabalhadores informais que não constam no Cadastro Único.

Para que isso seja possível, a Caixa lançou na manhã desta terça-feira o aplicativo “Auxílio Emergencial” e um site onde os trabalhadores podem se cadastrar. Este cadastro consiste em inserir dados pessoais e respostas a um breve questionário.

O CadÚnico (Cadastro Único), do Ministério da Cidadania, principal central de informações sociais do Brasil, abrange cerca de 28,8 milhões de famílias. Porém, neste cadastro se encontra apenas 46,8 milhões de trabalhadores informais do Brasil.

Para este público, o governo espera que o tempo de análise dos dados seja de 24 horas para que os pagamentos também se iniciem amanhã .

Para as pessoas que recebem o Bolsa Família, o pagamento dos R$600 vai começar no dia 16 de abril, seguindo o calendário original do programa.

Leia Mais: Plano Safra 2020/21 pode ser adiantado para dar fôlego aos produtores

O fato dos beneficiários do programa receberem uma transferência do governo faz com que os seus registros já estejam no banco de dados federal.

Isto é, o sistema público já conhece esse público e não há necessidade de baixar o aplicativo e informar qualquer dado para análise do recebimento. O repasse é automático.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA