Veja quais estados começaram a liberar o auxílio merenda para os alunos da rede pública

Crianças e adolescentes passarão a receber recursos para substituir a merenda escolar. Com o cancelamento das aulas, ocasionado pela necessidade do isolamento social para a contenção do Covid-19, o governo federal anunciou por meio de uma lei na última terça-feira (7), que estados e municípios estão liberados a repassar para os alunos os alimentos comprados para compor a merenda.

Veja quais estados começaram a liberar o auxílio merenda para os alunos da rede pública (Imagem: Reprodução - Google)
Veja quais estados começaram a liberar o auxílio merenda para os alunos da rede pública (Imagem: Reprodução – Google)

Os valores das compras são administrados pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que registra mais de 40 milhões de estudantes do ensino básico em todo o território nacional.

De acordo com o projeto, o país contabiliza mais de 13 milhões de crianças (matriculadas em escolas públicas) que vivem na faixa de extrema pobreza.

Leia também: Pagamento de R$55 para substituir merenda escolar de SP é liberado! Veja quem recebe

Liberação do auxílio merenda por estado

Em São Paulo, o governador João Dória já anunciou o início dos envios. A quantia de R$55 por criança passou a ser liberada desde a última quarta-feira (8) e contemplará cerca de 732 mil alunos da rede estadual.

Para poder receber o benefício, a população deverá de cadastrar no aplicativo PicPay, de modo que receba uma transferência automática. O registro solicita apenas os dados pessoais e bancários do responsável pelo estudante e tem um tempo de espera de validação de até 4 horas.

Em Pernambuco, o governo estadual também adotou a proposta e dará início aos depósitos no próximo dia 20. O valor do auxílio será de R$ 50 por aluno e deverá contemplar cerca de 240 mil estudantes.

Leia também: Novo saque imediato FGTS de R$1.045: veja quem pode receber

Para poder receber, os pernambucanos deverão acessar o site Educação PE e fazer uma consulta confirmando se tem direito ao benefício. Caso apresentem permissão, terão os valores depositados nas contas informadas.

No Rio de Janeiro, o prefeito Marcelo Crivella tinha anunciado um pagamento de R$ 150 para o benefício. No entanto, após a determinação do governo federal sobre o repasse dos alimentos, e com base nas determinações do outros estados, não foram anunciados reajustes. Até o momento desta publicação, a gestão municipal ainda não se posicionou sobre o funcionamento do auxílio.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA