CadÚnico, o cadastro do ‘coronavoucher’: veja como consultar

Nesta terça-feira (7), o governo anunciou que os brasileiros já podem receber o auxílio emergencial de R$600. Para isso, precisam ser trabalhadores informais, desempregados, MEIs ou inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania, até o dia 20 de março. 

CadÚnico, o cadastro do 'coronavoucher': veja como consulta
CadÚnico, o cadastro do ‘coronavoucher’: veja como consulta (Imagem:Montagem/FDR)

O Cadastro único é sistema de informações do governo que armazena informações pessoais e econômicas sobre as famílias do país que se encontram em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Leia Também: COMEÇA HOJE: Pagamento dos R$600 a informais inscritos no CadÚnico

É possível saber que está inscrito no CadÚnico de três maneiras: pelo site do Ministério da Cidadania, pelo aplicativo Meu CadÚnico e pelo telefone. Saiba aqui como fazer em cada um.

  • Pelo site

Para saber se o seu nome está no CadÚnico, é preciso acessar este link: aplicacoes.mds.gov.br/sagi/consulta_cidadao/

Ao acessar a página é preciso preencher o formulário com nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecionar o estado e o município onde você mora. 

Depois clicar em “Emitir” e, assim, saber se o seu nome está ou não inscrito no CadÚnico.

  • Aplicativo

A consulta também pode ser realizada pelo aplicativo Meu CadÚnico. Primeiro é preciso baixar o aplicativo, neste link.Depois de baixar e abrir o app é só clicar em ‘entrar’.

Serão solicitadas as informações de nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado. Após isso, só clicar em logar e assim saber se o seu nome está inscrito no sistema.

  • Consulta telefônica

Outro canal de consulta é por telefone para tirar as dúvidas sobre os programas sociais e CadÚnico no 0800 707 2003. Ao ligar neste número, você deve selecionar a opção 5.

O serviço de ligação é gratuito, e pode ser feito por um telefone fixo ou móvel. Antes só era possível pelo telefone fixo, mas o governo já liberou as ligações feitas de celular.

Leia Também: Trabalho Verde e Amarelo será votado hoje (7) para estimular empregos

Os horários de atendimento são:

  • 07h às 19h de segunda a sexta-feira.
  • 10h às 16h nos finais de semana e feriados nacionais e durante o Calendário de Pagamento do Bolsa Família.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA