Gás alcança R$130 em SP e Procon reage

Em meio a uma inesperada pandemia do coronavírus, mercadorias de consumo essenciais estão sendo encontradas com preços abusivos. O gás de cozinha está entre os artigos que mais tiveram seu preço inflacionado nas últimas semanas.

Gás alcança R$130 em SP e Procon é acionado
Gás alcança R$130 em SP e Procon é acionado (Foto: Google)
publicidade

Em meio a este momento totalmente inesperado, muitas pessoas acabam exagerando em suas compras. Com isso, alguns produtos ficam escassos, ocasionado o aumento em seus preços.

Leia Mais: Atenção! Falsa mensagem sobre ‘coronavoucher’ pode roubar seus dados

Os preços do gás de cozinha, de acordo com o aplicativo de comparação de preços Chama, estão variando muito de região para região da cidade de São Paulo. No Tatuapé, zona leste, o botijão chega a custar R$95. Em Pinheiros, zona oeste, o preço chega a mais que R$80. No Morumbi, zona sul, o botijão chega na marca dos R$100.

Em casos mais impressionantes, o valor do botijão atingiu incríveis R$130. O Procon de SP recomenda que os botijões de gás sejam vendidos por preços que fiquem entre R$68 a R$70. Isso significa que, o aumento nos valores cobrados chegaram a 85%.

O Sindicato dos fornecedores de Gás de São Paulo, criticaram o aumento alegando que nenhuma alteração nos custos pode justificar esse aumento acentuado que esta sendo cobrado para a população.

Para que aumentos abusivos sejam inibidos, o Procon-SP e o Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas), vão agir em parceria para que sejam feitas fiscalizações e punições.

João Dória, governador de Sao Paulo, criticou veementemente os preços abusivos e afirmou que eles não serão aceitos.

“O preço do botijão de gás, no limite, é de R$ 70. Não é nem R$ 71, nem R$ 72, nem R$ 80. Em uma situação como a que estamos vivendo, R$ 10 fazem muita falta. O Procon São Paulo está autorizado a agir, de acordo com a lei, para proteger o interesse público, especialmente da população de baixa renda”, comunicou Doria.

Apenas nas semanas de quarentena já foram contabilizadas mais de 120 denúncias pela internet contra preços abusivos do botijão de gás, nas redes sociais, aplicativo e site do Procon-SP.

Leia Mais: Tesouro Direto AINDA é uma boa opção de investimento? Veja aqui!

Seguindo a orientação de manter o isolamento e evitar sair de casa, o Procon-SP coloca a disposição, canais de atendimentos à distância para receber denúncias, intermediar conflitos e orientar os consumidores: via internet, aplicativo – disponível para Android e iOS – ou via redes sociais, marcando @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento.

Paulo AmorimPaulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.