Crise do coronavírus: 4 dicas para o seu negócio sobreviver à quarentena

Os efeitos da crise do coronavírus já chegaram às pequenas empresas e comércio. O que fazer para tornar seu negócio mais forte?

As medidas de isolamento têm feito muitos negócios suspenderem as atividades, mesmo com a pausa no faturamento, muitas despesas continuam sendo cobradas. Esse cenário aumenta o medo de precisar fechar as portas definitivamente.

coronavírus
Crise do coronavírus: 3 dicas para o seu negócio sobreviver à quarentena. (Foto: Pixabay)
publicidade

Uma grande lição que aprendemos com as grandes empresas é a capacidade de se adaptar a diferentes cenários e épocas.

Esse jogo de cintura será muito importante também para as empresas menores, em tempos de crise é necessário estar aberto a mudanças na maneira de fazer negócios.

Porém, nenhuma atitude positiva tem efeitos sem o planejamento ideal, por isso, antes de botar efetivamente a mão na massa, é crucial estar com o seu planejamento e fluxo de caixa em dia.

Acompanhe o Fluxo de Caixa

As últimas pesquisas do Sebrae mostraram que 40% dos empreendedores não acompanham as entradas e saídas em seu negócio, isso é preocupante.

O fluxo de caixa é onde o proprietário vai planilha todas as entradas e saídas de seu negócio, aqui toda movimentação importa. Mesmo os pequenos gastos e receitas que parecem irrelevantes, quando somados podem fazer diferença no fechamento final.

Após anotar as entradas e saídas ficará mais claro qual será o faturamento necessário para atravessar os próximos meses.

Leia também: Coronavírus: Os microempreendedores individuais (MEI) sobreviverão a pandemia?

O segundo passo é otimizar seu fluxo de caixa, buscar todos os custos que podem ser cortados, despesas que podem ser diminuídas e principalmente as dívidas ou parcelas que podem ser negociadas.

É importante se atualizar com todos os incentivos que serão disponibilizados nesse período. Já temos artigos com alguns benefícios em vigor e outros que podem ser anunciados em breve.

Não espere o fim da quarentena do coronavírus

Embora a maioria dos estados brasileiros já decretou medidas de isolamento, isso não quer dizer que seu negócio pode e nem deve parar.

Mesmo com o atendimento ao público temporariamente fechado nos ambientes físicos, o meio digital e as redes sociais estão ainda mais movimentados na quarentena.

Será crucial usar esse momento para estreitar o relacionamento com os clientes e mostrar que seu negócio segue funcionando.

É importante buscar adaptar seu produto final para epidemia, mitigar os meios de transmissão, diminuir o contato físico etc.

Nesse quesito não existe regra fixa, cada negócio precisa estudar o que pode ser alterado no seu produto e processo de venda que mais diminuir a possibilidade de transmissão da Covid-19.

Comunique essas mudanças para os clientes finais, mostre que seu negócio está preocupado em entregar um produto ou serviço 100% seguro.

Além de ajudar toda a sociedade no combate ao vírus, esse posicionamento pode atrair ainda mais clientes em potencial para o seu negócio.

Invista na sua capacitação

Aproveite o tempo ocioso em casa para se aprimorar em áreas que serão necessárias nesse período.

Muitas empresas de educação digital estão oferecendo cursos gratuitos na áreas de tecnologia. Esse aprendizado vai te ajudar a adaptar melhor seu negócio para esse novo período.

Aprender a gerenciar melhor as redes sociais do seu negócio, criar um site para sua empresa e até incluir seu produto em grandes marketplaces (Mercadolivre, Amazon, etc).

Invista nas mudanças

Por último, é preciso encarar que mesmo com o fim da quarentena essa nova maneira de fazer negócios pode durar muito mais tempo do que gostaríamos. Assim é necessário mudar o que for preciso para melhor se adaptar.

Leia também: Coronavírus e a crise do comércio: a solução está nas vendas on-line?

Talvez seja necessário colocar novos produtos no seu portfólio, apresentar novos serviços ao consumidor, enfim, isso varia para cada negócio.

O importante é ter em mente que quanto mais cedo seu negócio estiver preparado para a nova realidade, melhor será o seu desempenho nesse período e provavelmente nos próximos meses também.

Sandro MessaSandro Messa
Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.