Coronavírus: valor dos itens para proteção oscilam mais de 7 mil %

A alta demanda por itens de prevenção ao contágio por coronavírus fez com que os preços variassem de forma impressionante. Chegando a ultrapassar os 7.000% de diferença, de acordo com um levantamento realizado em 540 farmácias em 18 capitais do país.

Coronavírus: valor dos itens para proteção oscilam mais de 7 mil %
Coronavírus: valor dos itens para proteção oscilam mais de 7 mil % (Imagem:Reprodução/Google)

O estudo do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ), comparou os preços cobrados pelo álcool em gel e máscaras de proteção. A pesquisa foi realizada entre os dias 18 a 20 de março.

Leia também: Tarifas sobre álcool em gel e máscaras são zeradas em nova decisão

No caso do álcool em gel a variação entre o mais barato e o mais caro chegou a 876%; na caixa com 50 unidades da máscara de proteção, a diferença foi de 7.641%.

Em entrevista ao portal G1, o diretor do ICTQ, Marcus Vinicius Andrade, comentou que os preços encontrados foram muito acima do esperado. 

“O levantamento verificou preços exorbitantes, completamente fora da média do mercado, que vão muito além da questão de oferta e demanda”.

O preço médio na caixa com 50 unidades de máscara de proteção foi de R$50,25. Porém em Manaus (AM), o produto foi encontrado pelo valor de R$425, ou seja, nove vezes maior do que a média.

Em Salvador, o mesmo produto custava R$359, um pouco a mais que os R$340 cobrados em Recife (PE). A pesquisa encontrou o mesmo produto por R$5,49 no Rio de Janeiro.

Já o álcool em gel de 500 gramas, o preço médio constatado foi de R$21, porém já chegou a custar R$78 em uma farmácia em Belém (PA). O valor é maior em 876%, se comparado com o preço encontrado em João Pessoa (PB) de R$7,99, o menor valor. 

A embalagem menor de álcool em gel, de 50 gramas, mostrou variação entre o preço mais barato e o mais caro chegou a 688%.

Em Belém, o consumidor tinha que desembolsar R$18,90 para adquirir o item, já na cidade de Recife,o álcool de 50 gramas custava R$2,40. Em média, estava sendo cobrado R$7,71 por unidade. 

Leia também: Minha Casa Minha Vida será subsidiado com recursos do FGTS; veja como vai funcionar!

O álcool em gel tem sido um forte aliado no combate a proliferação da doença do coronavírus. A recomendação médica é usar o produto nas mãos para se proteger.

As máscaras também evitam que as gotículas de saliva durante a fala sejam espalhadas pelo local, o que previne a contaminação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA