ANÚNCIO

O Hospital Albert Einstein abriu vagas de emprego para contratar cerca de 599 enfermeiros para trabalharem no Hospital de campanha contra o Covid-19, que está sendo montado no estádio do Pacaembu. A medida é para reforçar a equipe médica que vai atuar no combate à pandemia estado de São Paulo.

VAGAS DE EMPREGO: Albert Einstein vai selecionar 599 enfermeiros
VAGAS DE EMPREGO: Albert Einstein vai selecionar 599 enfermeiros (Imagem: Reprodução/Google)
ANÚNCIO

Ao todo, a categoria de enfermagem vai somar 42% das 1.426 vagas de emprego que estão disponíveis para os profissionais da área da saúde. 

Leia Também: Vagas abertas no Hospital Estado de Urgência: contratação imediata!

De acordo com o hospital, serão contratados também:

  • Médicos;
  • Fisioterapeutas;
  • Nutricionistas;
  • Farmacêuticos;
  • Auxiliar de farmácia;
  • Psicólogos;
  • Técnicos de raio-x;
  • Profissionais de apoio, como: assistente de atendimento, cozinheiro, auxiliar de cozinha e camareiro.

Inicialmente, os contratos terão duração de três meses, porém existe a possibilidade de prorrogação. As inscrições devem ser feitas no site do Hospital

Em paralelo ao centro de apoio que será construído no estádio, a administração do Albert Einstein está montando um outro hospital de campanha, no terreno do estacionamento da sede.

Serão 31 leitos destinados para os pacientes do Einstein que necessitam de internação com cuidados de baixa complexidade. 

Em nota, a marca informou que a “estrutura será voltada ao atendimento de pacientes referenciados pela rede pública, ou seja, basicamente pacientes que passaram pelas Unidades Básicas de Saúde do SUS e que precisam de internação com cuidados de baixa complexidade. Com isso, o objetivo é atender à demanda por atendimento de baixa complexidade, de forma a liberar vagas para atendimentos de maior complexidade nas unidades de saúde tradicionais.”

Hospital no Pacaembu

O Hospital de campanha foi uma parceria realizada entre o Allegra Pacaembu, que ganhou a concessão para poder explorar o estádio e o complexo, com a prefeitura de São Paulo.

O espaço que está sendo erguido por 80 funcionários, terá cerca de 6,3 mil m² e está prevista para terminar em até 10 dias. 

Conforme o informado pela prefeitura, mais de 1.800 leitos serão colocados no Complexo do Anhembi, localizado na Zona Norte da capital. 

No total, os dois hospitais de campanha terão capacidade de abrigar 2.200 leitos para receber os pacientes que foram contagiados pelo coronavírus, mas que seus casos sejam de complexidade baixa. 

Leia Também: Salários dos servidores e parlamentares podem ser reduzidos, diz Maia

Os pacientes aptos a ocupar esses leitos serão definidos pela Secretaria Municipal de Saúde. Encaminhados após terem passados por outros hospitais ou unidades básicas de saúde, locais onde serão realizadas as triagens. 

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas, formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes, atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.