Bolsa alimentação criado pelo governo do DF é liberado!

Moradores do Distrito Federal (DF) contam agora com uma ajuda do governo para realizar a compra de alimentos durante a suspensão das aulas da rede pública de ensino no estado. A chamada “Bolsa Alimentação” já está disponível.

Bolsa alimentação criado pelo governo do DF é liberado! (Reprodução/Agência Brasil)
Bolsa alimentação criado pelo governo do DF é liberado! (Reprodução/Agência Brasil)

A nova ação é uma iniciativa do governo para que as famílias dos estudantes que façam parte da rede pública possam continuar tendo a alimentação diária, mesmo sem o funcionamento das escolas nesse período de quarentena. O valor está depositado para as famílias que já utilizam o cartão material escolar.

Leia Também: IRPF, INSS, FGTS e tudo o que muda com epidemia no Brasil

O repasse tem validade de 15 dias, enquanto estiver previsto o recesso escolar, com fim marcado para o próximo dia 30 de março. Se o período de recesso aumentar, em virtude da pandemia de coronavírus, o programa continuará tendo validade em todo o estado.

O valor disponibilizado é de R$ 59,70 para os quinze dias de suspensão. Mas caso os estudantes façam parte do regime integral com duas refeições na escola, o valor dobra. Este número é correspondente a refeição, ou seja, almoço ou jantar.

A família receberá por cada um dos filhos matriculados na rede pública os valores calculados a partir do número de refeições feitas por estudante. Investimento do governo para promover o bolsa alimentação é de R$ 6,5 milhões. Expectativa é atender 69.848 famílias, o que representa o atendimento a 106.435 estudantes.

De acordo com o governo, todos os cadastrados no cartão material escolar irão receber o valor. Mas caso alguma família não receba imediatamente, terá o valor depositado de forma rotativa, nos próximos dias.

Leia Também: Prorrogação de dívidas: saiba como pedir seu direito nos grandes bancos

Já aqueles que estão com previsão do recebimento do último lote do cartão de material escolar, previsto para dia 25 de março, só irão receber apenas o bolsa alimentação.

Para a compra dos alimentos o governo destaca que poderá ser utilizado o cartão em qualquer estabelecimento, exemplo de supermercados, restaurantes e padarias.

Caso o cartão não seja utilizado para a compra de alimentos, o governo destaca que família poderá ter consequências graves, inclusive a perda. Além disto, podendo responder criminalmente por desvio de finalidade.

Já que pode ser utilizado em amplo comércio. Secretaria orienta as famílias gastarem com alimentos específicos. Para isto, a Diretoria de Alimentação Escolar da Secretaria preparou uma lista de alimentos para manter uma dieta rica e nutritiva para as crianças; confira:

Gêneros e produtos – Cartão Alimentação
Açúcar cristal Batata Doce
Amido de milho Batata Inglesa
Arroz Beterraba
Biscoito Amanteigado Brócolis
Biscoito Cream Craker Cenoura
Biscoito Maisena Chuchu
Extrato de Tomate Couve Manteiga
Farinha de mandioca Couve Flor
Feijão Espinafre
Leite em pó Inhame
Macarrão Milho verde
Óleo  de soja Pepino preto
Sal Repolho branco
Abacaxi Pérola Alho
Banana Prata Cebola
Goiaba Cebolinha
Laranja Coentro
Limão Salsa
Morango Pimentão
Maçã Pão careca
Mamão Pão Brioche
Melancia Peito de frango in natura
Melão Carne bovina in natura
Abóbora japonesa Filé de peixe sem espinha in natura
Abobrinha Ovo de galinha
Alface

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA