Auxílio doença do INSS: Você precisa saber disso antes de pedir

Você sabe o que é o auxílio-doença fornecido pelo Instituto Nacional do Seguro Social? Trata-se de um benefício que tem como público alvo brasileiros que precisam se ausentar de suas atividades trabalhistas por causa de alguma impossibilidade médica. Seu valor tem como base o salário mínimo e pode ser ofertado para todos aqueles registrados no programa.

Auxílio doença do INSS: tire todas as dúvidas antes de pedir (Imagem: Reprodução - Google)
Auxílio doença do INSS: tire todas as dúvidas antes de pedir (Imagem: Reprodução – Google)

Para poder ter acesso ao auxílio doença, é preciso se submeter a uma perícia médica do INSS. O agendamento da mesma acontece por meio do portal do instituto, estando atualmente impossibilitado por causa da crise que o mesmo enfrenta.

Além do site, é possível marcar uma avaliação por meio do aplicativo do Meu INSS (disponível para celulares IOS e Android) e também pelo número 135. Em ambos os casos, o interessado deverá informar a doença que está passando e solicitar uma consulta médica.

Leia também: Agências do INSS diminuem tempo de atendimento e evitam aglomerações

Somente após a realização dos exames é que ele saberá se o benefício foi aprovado ou não. Ao chegar no centro de atendimento, será preciso apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identificação oficial com foto Número do CPF
  • Carteira de trabalho, carnês de contribuição ou outros documentos que comprovem pagamento ao INSS
  • Documentos médicos decorrentes de seu tratamento, como atestados, exames e relatórios médicos
  • Declaração assinada pelo empregador, informando a data do último dia trabalhado.

Em caso de pedido negado

Após a avaliação médica, quem tiver o auxílio negado, poderá recorrer no próprio instituto. No entanto, é preciso ficar atento ao prazo máximo que é de até 30 dias.

Para pedir revisão da perícia, será necessário reagendar um novo atendimento e reapresentar os documentos exigidos.

Leia também: Fronteiras do Brasil podem ser fechadas e voos alterados

Prorrogação do pagamento do auxílio doença

Tendo o valor fixado no salário mínimo, atualmente de R$ 1.045, os trabalhadores que estiverem gozando do benefício podem dar entrada em um pedido de prorrogação caso achem que não estão aptos a retomar suas atividades.

Nesse caso, é preciso que o pedido seja feito em até 15 dias antes do prazo final. O processo deve ser realizado também pelo site do INSS e solicitará que o doente passe por mais uma perícia médica de modo que consiga comprovar sua incapacidade. O tempo de pagamento varia de acordo com a situação clínica de cada segurado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA