Saque do FGTS pode te ajudar no combate a pandemia

Os trabalhadores brasileiros com direito a realizar o saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), podem utilizar a quantia como forma de combate à pandemia de coronavírus, que atualmente afeta o país.

Saque do FGTS pode te ajudar no combate à pandemia
Saque do FGTS pode te ajudar no combate à pandemia (Imagem:Montagem/FDR)
publicidade

O FGTS é um benefício de direito para todos os brasileiros que trabalham ou trabalharam com carteira assinada. 

Leia também: FGTS de R$500 a R$998 vale a pena? Veja avaliação

Em 2019 o benefício recebeu duas modalidades de saque. A primeira é o saque imediato, que iniciou no mês de setembro do ano passado e segue até o final do mês de março. 

Nessa opção, o dinheiro pode ser retirado apenas uma vez pelo trabalhador. O limite de saque do FGTS será aplicado a todas as contas do trabalhador, sejam elas ativas, ou seja do trabalho atual e das inativas, que são de empregos anteriores.

A segunda modalidade é a do saque-aniversário, no qual o calendário vai iniciar no mês de abril. 

O saque-aniversário foi criado no ano passado pelo governo. A opção concede aos trabalhadores a possibilidade de sacar anualmente, no mês do seu aniversário, uma parcela do saldo que tem em conta. 

Apesar disso, o trabalhador terá de passar dois anos sem poder retirar o dinheiro, caso seja demitido sem justa causa. 

Já os outros direitos como o de recebimento em caso de doença grave, aposentadoria e o uso para comprar a casa própria continuam valendo. Também continua em vigor o direito a multa de 40% sobre os depósitos realizados pela empresa. 

Como usar o saque do FGTS para se prevenir do coronavírus

O dinheiro sacado pelos trabalhadores podem ser utilizados de algumas formas para ajudar nesse momento de crise com relação ao coronavírus.

Na modalidade imediato, que finaliza os recebimentos em 31 de março desse ano, será possível receber de R$500 a R$998 por conta. Quem somou até R$998 em 24 de julho de 2019 pode receber a quantia total. Os demais, cuja conta ficou superior a essa, poderão sacar até R$500.

O trabalhador pode utilizar o dinheiro para ir ao mercado e reforçar seu estoque de sabão líquido, já que diante do vírus, é necessário que as mãos sejam lavadas frequentemente. 

Outra medida é utilizar o dinheiro para fazer a compra de álcool em gel. Isso para que as mãos se mantenham sempre higienizadas.

Leia também: Setor de turismo do Brasil admite preocupação e pede ajuda

Os autônomos, podem utilizar esse dinheiro para se manter durante o período que precisarão ficar sem trabalhar. Já que todos os brasileiros foram convidados a ficar de quarentena para evitar aglomerações. 

A quantia pode ser recebida na Caixa Econômica Federal, ou por meio de um saque digital transferência a quantia para sua conta pessoal por meio do aplicativo FGTS.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.