Serviços bancários sem aglomerações? Veja como resolver tudo em casa!

Com mais de 200 casos confirmados, o Brasil vem vivenciando a maior pandemia de sua história, desde a H1N1, em 2009. O coronavírus, inicialmente espalhado na China, tem como principal alvo idosos acima dos 60 anos e já ocasionou milhares de morte pelo mundo todo. Mediante a este cenário, o Ministério da Saúde recomendou que os brasileiros entrassem em quarentena, evitando exposição em espaços com aglomerações públicas. Incluindo, suspender os serviços bancários feitos de forma presencial.

Serviços bancários sem aglomerações? Veja como resolver tudo em casa! (Imagem: Reprodução - Google)
Serviços bancários sem aglomerações? Veja como resolver tudo em casa! (Imagem: Reprodução – Google)

No que diz respeito as atividades financeiras, as agências bancárias continuarão funcionando. No entanto, espera-se que haja uma menor movimentação para evitar a proliferação do vírus. Durante os próximos dias, aqueles que precisem resolver algum procedimento econômico, podem recorrer aos aplicativos e sites do internet bank.

Ambas as ferramentas permitem que os correntistas, de qualquer que seja a instituição, tenham acesso direito as suas transições financeiras. Recebimentos, transferências, pagamentos, avaliação de poupança, agendamento de recursos, extratos e mais podem ser acessados pela tela do próprio celular.

Leia também: Bolsa Família ampliado e encargos trabalhistas reduzidos contra o coronavírus

Além disso, os sites também fornecem atendimento direto aos usuários, para aqueles que estiverem com dúvidas ou desejarem iniciar algum novo contrato com suas instituições. A utilização das plataformas deve ser adotada como uma forma de cuidado, fazendo com que muitos evitem exposições desnecessárias.

Já para quem precisar de fato comparecer a uma unidade física para resolver serviços bancários, especialistas em saúde recomendam uma série de medidas de prevenção.

Nesse caso, é importante lembrar de estar com as mãos limpas. Então, ao encostar o dedo para a verificação da digital ou abrir portas, evite o contato com os olhos, nariz e boca, até que possa lavar suas mãos.

Leia também: Copom fará reunião nesta semana para definir nova Selic em meio ao coronavírus

Álcool em gel, lenço umedecido, álcool 70 e saboneteiras nas bolsas são alguns dos itens que podem facilitar na hora da higienização enquanto estiver fora de casa.

Nas filas de espera, evite contato físico com os demais, como apertos de mão e abraços. O ideal é ficar pelo menos 1 metro e meia de distância.

Por fim, esteja presente na unidade apenas pelo tempo necessário e se for um caso em que nem as plataformas online nem a central de atendimento (via telefone) possa resolver.

A fim de esclarecer dúvidas e ter demais informações sobre a doença, o governo criou o aplicativo Coronavírus-SUS, disponível para qualquer aparelho. A ferramenta fornece dicas de cuidado, números de casos confirmados e mais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA