BB cria sua própria usina de energia solar e vai economizar R$80 milhões

Território nacional ganha nova usina de energia solar desenvolvida para atender exclusivamente as agências bancárias da rede do Banco do Brasil (BB). Na última quinta-feira (12), a rede BB fez história ao ser a primeira instituição financeira a inaugurar sua própria geradora de energia. Localizada em Porteirinha, Minas Gerais, a usina tem capacidade de geração de 14 gigawatts-hora (GWh).

BB cria sua própria usina de energia solar e vai economizar R$80 milhões (Imagem: Reprodução - Google)
BB cria sua própria usina de energia solar e vai economizar R$80 milhões (Imagem: Reprodução – Google)

O projeto faz parte das ações de sustentabilidade da rede e foi licitado pelo banco, em parceria com a empresa EDP. A finalidade da criação foi fornecer energia renovável para as 100 agências mineiras, de modo que isente a instituição de ter ligação com as demais distribuidoras.

Leia também: Banco do Brasil anunciou adoção de medidas para apoiar empresas na crise

Para poder suprir a demanda, o local conta com 19 mil painéis solares, espalhados por 20 hectares, gerando energia o suficiente para abastecer aproximadamente 5.833 residências com consumo médio anual de 2.400 kWh.

No entanto, até então, seu funcionamento será destinado apenas para as unidades do BB. Com a ação, a marca espera ter uma economia de R$ 80 milhões pelos próximos 12 anos. Segundo os gestores, a ideia é que o projeto, a longo prazo, ocupe todas as regiões brasileiras.

Processo de distribuição

Toda a energia gerada será contabilizada no sistema da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). A partir de então, a distribuidora repassará o serviço como uma espécie de crédito para poder quitar os gastos de luz das agências.

Isso significa que, a instituição não precisará custear o consumo, tendo em vista que repassará o pagamento por meio da energia solar gerada em seu parque.

Leia também: IPVA MG 2020 finaliza pagamento da última parcela essa semana

Segundo a Cemig, com a ação, a região contará com uma redução de 58% nas contas de energia das agências de Minas Gerais, além de diminuir a emissão de dióxido de carbono em 1 mil toneladas por ano.

Expansão para demais agências do BB

Ao inaugurar a primeira unidade, o banco informou que, até dezembro de 2021, espera lançar mais 6 usinas próprias, ficando uma nova em Minas e as demais em Goiás, no Pará, na Bahia, no Ceará e no Distrito Federal.

Ao serem finalizadas, as 7 unidades irão gerar cerca de 42 GWh de energia por ano, o que significa um consumo básico de aproximadamente 17,5 mil residências. A ação resultará, também, na redução de 3 mil toneladas anuais de dióxido de carbono, o equivalente ao plantio de 19 mil árvores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA