Salário do BPC de R$2.090 aguarda aprovação de projeto

Valor do Benefício de Prestação Continuada (BPC) poderá ser reajustado para R$ 2.090 se o 13° salário for aprovado. Ao longo dessa semana, entre as pautas do Senado, está o projeto que tem como finalidade fixar um pagamento extra para o Bolsa Família e também para o salário do BPC. Se a medida for aprovada, modificará o valor do auxílio, fazendo com que seus beneficiários recebam quantias maiores no fim do ano.

Salário do BPC em R$2.090 aguarda aprovação de projeto (Foto: Google)
Salário do BPC em R$2.090 aguarda aprovação de projeto (Foto: Google)

O texto ainda está em situação de análise, mas inicialmente foi aprovado pela Comissão Mista. Segundo o seu relator, o deputado Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a iniciativa beneficiará milhões de brasileiros que atualmente vem encontrando dificuldades para poder usufruir do benefício, devido à crise do INSS.

Leia também: BPC também em crise? Programa social teve queda drástica em 2019

No entanto, apesar de seu caráter positivo, a medida tem sido rejeitada por uma parcela significativa dos parlamentares, sob o argumento que atropelará a folha de pagamentos do governo federal.

Entre as representantes em posição, a deputada Bia Kicis (PSL-DF), se esforçou para que a validação da proposta fosse adiada. Segundo ela, a liberação de uma 13° parcela resultará em um esforço financeiro muito grande que deverá prejudicar o desenvolvimento da economia nacional.

A parlamentar alega que não há recursos o suficiente para duplicar o salário do BPC em dezembro, e relembra que o governo está passando por uma série de reformas. Inclusive dentro do próprio INSS e do Bolsa Família, que precisam ser analisadas e estabilizadas antes de liberar novos recursos.

Em entrevista ao UOL, a vice-líder alegou saber que a aprovação beneficiaria pessoas carentes, mas que não se pode cometer suicídio eleitoral.

Leia também: BPC ganha chance de ter 13° parcela com projeto aprovado em Comissão

“O presidente conseguiu inaugurar um benefício do 13° para as pessoas mais carentes e, evidentemente, o presidente não é maluco nem comentará suicídio eleitoral [acabando com o benefício]. Temos interesse de tornar o benefício como uma política de estado, mas tem que ser algo feito com responsabilidade para não cometer pedaladas.” defendeu Kicis.

A proposta de criação do 13° salário do BPC veio junto com a medida validada por Jair Bolsonaro, no ano passado, para cumprir sua promessa de campanha de ofertar um pagamento extra ao Bolsa Família. O recurso foi liberado durante o mês de dezembro, mas até então não deveria ser prorrogado.

Hoje, podem receber o BPC idosos com mais de 65 anos e pessoas com deficiência que comprovem renda per capita de até 25% do salário mínimo nacional. O valor de pagamento é de no máximo R$1.045 por mês.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Salário do BPC de R$2.090 aguarda aprovação de projeto

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA