Começou! IR 2020 dá início a entrega das declarações no site da Receita

O mês de março chegou e com ele tem início o calendário de envio das declarações do Imposto de Renda 2020. A Receita Federal começará a receber as relações a partir dessa segunda-feira (2) e estenderá o prazo até o dia 30 de abril. O valor mínimo que determina a obrigatoriedade da prestação de contas para o IR 2020 é de R$ 28.559,70, contabilizado durante os 12 meses de 2019.

publicidade
Começou! IR 2020 dá início a entrega das declarações no site da Receita (Imagem: Reprodução - Google)
Começou! IR 2020 dá início a entrega das declarações no site da Receita (Imagem: Reprodução – Google)

Para poder enviar a declaração, os contribuintes precisam acessar o site da Receita Federal e utilizar o programa já disponível. A ferramenta gratuita fornece um passo a passo com todas as informações necessárias para poder guiar o usuário.

Esse ano, ela passou por atualizações e permitirá, entre outras coisas, a consulta para saber se é melhor enviar a declaração completa ou simplificada.

publicidade

A segunda opção nada mais é do que uma versão mais simples, para os brasileiros que tenham tributações menores. Além dos valores, leva-se em conta a quantidade de dependentes e vínculos financeiros.

Leia também: IRPF 2020: aprenda a preencher a declaração online

Ao preencher os dados, o programa mostrará ao usuário qual das opções é melhor para ele. Entretanto, é válido ressaltar que a escolha é individual e não implica em prejuízos e demais malefícios.

Total de contribuições no IR 2020 e datas das restituições

Segundo a Receita Federal, esse ano esperam-se aproximadamente 32 milhões de declarações até o fim de abril. Aqueles que contribuírem mais cedo terão acesso as suas restituições já a partir de maio.

O pagamento se estenderá até setembro e sua ordem varia de acordo com a data em que a declaração foi enviada. Quanto mais cedo prestar contas ao leão, mas rápido terá acesso a devolução.

Leia também: Feirão Limpa Nome da Serasa começou! Descontos chegam a 98%

publicidade

No caso de atraso, os contribuintes terão que arcar com uma multa com o valor mínimo de R$ 165,74. O pagamento total varia de acordo com o imposto declarado, podendo ser de até 20%.

Reajuste da tabela

Apesar de estar elaborando uma reforma tributária, o governo federal não reajustou a tabela do IRPF de acordo com os índices da inflação. Isso significa que o imposto passará a ser ainda mais caro para os brasileiros.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A correção das cobranças não apresenta um caráter obrigatório, ficando a encargo da gestão pública serem realizadas ou não.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!