Quer cancelar viagem ao exterior devido o coronavírus? Saiba seus direitos

O sonho de uma viagem ao exterior faz parte do imaginário de milhares de brasileiros. Para realizar o feito é necessário planejamento financeiro e antecipar muito os pontos ligados a escolha dos locais e roteiros. Entendendo este ponto, decidir o local é algo muito bem pensado e a logo prazo.

Quer cancelar viagem ao exterior devido ao coronavírus? Saiba seus direitos (Reprodução/Internet)
Quer cancelar viagem ao exterior devido ao coronavírus? Saiba seus direitos (Imagem: Reprodução/Internet)

Mas com as recentes problemáticas mundiais envolvendo o coronavírus, as viagens internacionais podem se tornar um ponto de alerta para esta população. Isto porque o maior número de incidências tem se concentrado em outros países. Em contraponto, o que fazer quando tem a viagem planejada e há uma preocupação em torno ao destino.

Leia Também: Economia sofre impactos devido a propagação de vírus vindo da China

Empresas de turismos e operadoras de avião devem seguir a recomendação da Fundação Procon-SP, no qual detalhou que deverá ser oferecido aos clientes uma alternativa para aqueles que compraram passagens ou pacote turísticos para os locais com maior número de casos. Este cenário deve ser observado para aqueles que decidiram cancelar ou adiar a viagem por medo da doença.

Ainda segundo o Procon do estado de São Paulo, a orientação para os consumidores que sentirem medo é de procurar a instituição, por que não há previsão legal para casos como este de doenças proliferando. Portanto, “faz-se necessário negociar com a empresa que não pode se recusar a oferecer alternativas ao consumidor.”

De acordo com o chefe o gabinete do Procon-SP, Guilherme Farid, as empresas não tem culpa sobre a situação, e a lei reconhece que a parte vulnerável da relação é o consumidor, de modo que é ele quem merece especial proteção.

Leia Também: Auxílio doença fica travado para trabalhador com salário menor que o piso

Nesta semana, o primeiro caso do vírus foi confirmado no Brasil, sendo de um homem que veio da Itália. Mas, ainda assim, até a quarta-feira (24), cerca de 44 países além do Brasil já haviam registrado infecções pelo coronavírus, de acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde, a OMS. Nesta quinta (27), soma-se aos números, Dinamarca e Estônia com os primeiros casos.

Uma das maiores preocupações é sobre as regiões da China e Itália, um dos principais destinos turísticos para viagem ao exterior, no qual se tornou recentemente mais um centro de surto do coronavírus. Em números, o país já registrou 528 casos e 14 pessoas já morreram.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA