Novo programa do governo vai gerar emprego e renda às pessoas com mais de 55 anos

Novidades estão sendo previstas para brasileiros com mais de 55 anos. De acordo com texto que entra em votação no Senado, a nova Medida Provisória para o Programa Verde e Amarelo vai incentivar a contratação deste tipo de profissional. Além de movimentar a geração de emprego no país.

Novo programa do governo vai gerar emprego e renda às pessoas com mais de 55 anos (Reprodução/Internet)
Novo programa do governo vai gerar emprego e renda às pessoas com mais de 55 anos (Imagem: Reprodução/Internet)

A MP entra em votação na comissão mista no próximo dia 3 de março, a partir das 10h. Os deputados irão analisar os pontos e decidir pelo seguimento da medida. O texto tem até o dia 20 de abril para ser aprovado, caso contrário, perderá a validade.

Leia Também: Cálculo do seguro desemprego deve mudar como nova regra em março 

Neste sentido, vale ressaltar que o deputado Christino Aureo (PP-RJ) apresentou parecer na quarta-feira (19), mas um pedido vista coletiva adiou a decisão do colegiado.

Sendo assim, os senadores e deputados terão mais tempo para detalhar e conhecer o relatório, no qual contempla parte das 930 emendas apresentadas em um projeto de lei de conversão.

O programa Verde e Amarelo inicialmente teria a sua atenção maior para jovens de 18 a 29 anos para a conquista de seu primeiro trabalho.

Mas, a proposta do deputado Aureo cria uma nova modalidade de atendimento para o programa, sendo destinada, também para pessoas com mais de 55 anos, desde que estejam sem vínculo formal de trabalho há mais de 12 meses.

Em linhas gerais, o novo programa chamado de contrato Verde e Amarelo prevê a criação de incentivos tributários para empresas que decidirem contratar funcionários que se enquadrem nos perfis determinados pela iniciativa. Desta forma, incentivando a geração de emprego em contrapartida com a diminuição de impostos.

Leia Também: BPC ganhou novas regras com reforma da Previdência? Saiba aqui!

Os textos estão ainda sendo analisados pela bancada e deve em breve ter novidades. Os contratos para este programa seguem a proposta: devem ter duração de até dois anos e remuneração máxima de um salário e meio, ou seja, R$ 1.567,50.

O novo texto apresentado pelo redator propõe outras alterações, a exemplo do aumento no limite de contratação nesta modalidade. Atualmente, a medida é analisada com o percentual de 20% do quadro de funcionários da empresa, mas a tendência é crescer e atingir o limite de 25%, caso passe em votação.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA