Nubank orienta o que fazer para evitar golpes quando celular for roubado

Quase metade dos brasileiros já tiveram o seu celular roubado, com a chegada da temporada de carnaval o número de roubos de celulares aumentam, assim como os golpes. Os clientes do Nubank receberam orientações do que fazer se isso acontecer.

Nubank orienta o que fazer quando celular for roubado para evitar golpes
Nubank orienta o que fazer quando celular for roubado para evitar golpes (Imagem:Reprodução/Google)
publicidade

No ano de 2018 mais de 2 mil boletins de ocorrência foram registrados por conta de roubo de celulares em apenas cinco dias de carnaval. 

Leia Também: Nubank lança campanha para promover segurança nas compras de carnaval

Já no mês de dezembro do ano passado, viralizou um caso de fraude aplicado a uma cliente do banco Nubank. Isso colocou em dúvida a segurança do aplicativo que é utilizado para as transações financeiras.

A cliente sofreu um assalto, no qual o seu celular foi roubado e no dia seguinte ao episódio, a vítima notou que foi transferido R$146 mil de sua conta do banco Santander para um outra conta sua com a mesma titularidade, no Nubank. 

De acordo com relatos de familiares da mulher, a conta digital nunca havia sido usada. Após isso, foi emitido boleto para outras contas do banco e feitas transferências para pessoas desconhecidas.

Até então, nenhum dos bancos havia feito nenhum tipo de bloqueio e nem emitiu nenhuma alerta sobre isso. 

Como se prevenir de golpes com sua conta Nubank

Caso você passe por isso saiba como se prevenir de golpes em 5 passos:

  1. Avise todos os bancos e instituições nas quais possui conta ou cartão

O cliente precisa comunicar os bancos que possuem conta ou algum produto que esteja ativa que o seu aparelho celular foi roubado. Dessa forma os serviços serão bloqueados imediatamente.

2. Faça um boletim de ocorrência

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública o boletim de ocorrência pode ser realizado quando houver furto, roubo ou perda do celular. Principalmente se a geolocalização do celular estiver desligada. 

3. Entre em contato com a operadora do telefone para bloquear a linha

Não esqueça de entrar em contato com a operadora telefônica e solicitar o bloqueio da linha e do dispositivo. Para o dispositivo ser bloqueado é necessário que o usuário tenha o número do IMEI do celular.

4. Desconecte suas redes sociais do aparelho

Acesse sua rede social de outro dispositivo e vá às configurações do seu perfil e peça para encerrar a sessão em todos os dispositivos no qual você estava conectado. 

5. Se a geolocalização estiver ativada, busque o aparelho.

Leia Também: Crédito rural passa por empasse em tramitação com deputados

Para encontrar é mais fácil usar os serviços para os dispositivos iOS no aplicativo “Encontre meu iPhone” e para android use o “Encontre meu Android”. 

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.