Saque imediato do FGTS não foi feito por 38% dos beneficiados; saiba como receber

Fundo de garantia segue movimentando as agências financeiras. Nessa semana, a Caixa Econômica Federal informou que ainda faltam, aproximadamente, 37 milhões de trabalhadores realizarem o saque imediato do FGTS. Segundo a instituição, até agora foram pagos R$ 27,5 bilhões, enquanto o valor total do benefício será de R$ 42,6 bilhões. Isso significa que 62% dos brasileiros sacaram 65% dos recursos.

Saque imediato do FGTS não foi feito por 38% dos beneficiados; saiba como receber (Imagem: Reprodução - Google)
Saque imediato do FGTS não foi feito por 38% dos beneficiados; saiba como receber (Imagem: Reprodução – Google)

O calendário de pagamentos do saque-imediato do FGTS teve início ainda em setembro de 2019. Validada pelo governo Jair Bolsonaro, a medida permite a retirada da gratificação com valores entre R$ 500 e R$ 998 por conta do FGTS.

Para poder ter direito é preciso estar cadastrado no programa e ter contas ativas ou inativas em seu nome.

Leia também: Saque imediato FGTS: aprenda a consultar quando pode receber

Quem ainda não retirou o auxílio, terá até o dia 31 de março deste ano. Após esse prazo, o valor será devolvido para o fundo de garantia do cadastrado e não poderá mais ser sacado.

No caso dos correntistas da Caixa que tiveram a quantia depositada em suas contas automaticamente, é preciso, até o dia 30 de abril, informar ao banco que irá preferir manter o dinheiro no Fundo de Garantia.

Como receber o saque imediato do FGTS

O procedimento de saque é simples, basta ir até uma agência da Caixa Econômica portando um documento original com foto (como a carteira de trabalho).

Quem teve o valor depositado na conta, é só utilizar o cartão do banco para sacar nos caixas eletrônicos. Além disso, é possível receber também por meio de uma Casa Lotérica, sob a apresentação de um registro oficial de identificação.

Nas últimas semanas, a Caixa ofereceu também a portabilidade do pagamento para quem não possui vínculo com ela.

Para ter o valor depositado em contas de outros bancos, basta acessar o aplicativo do FGTS e cadastrar os dados bancários onde deseja receber. O prazo de transferência é de até 30 dias.

Leia também: Novas alíquotas da Previdência são questionadas e entidades lutam por suspensão

Valores

Os valores variam entre R$ 500 e R$ 998 por conta do FGTS. Quem até junho de 2019 tinha um saldo de R$ 501 e R$ 998 poderá retirar a quantia total. Já para aqueles que têm acima do estipulado, o benefício seguirá sendo de R$ 500.

Além disso é válido ressaltar que o pagamento é feito por conta, isso significa que um trabalhador poderá receber o auxílio mais de uma vez se tiver contas ativas ou inativas em seu FGTS.

A retirada deverá ser feita separadamente e quem desejar pode usufruir de metade da quantia e deixar o restante no fundo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA