Calendário INSS: veja quando será liberada a aposentadoria e pensão

O calendário do INSS, responsável por organizar os pagamentos já está em andamento e beneficiará milhares de brasileiros segurados pelo órgão. Os valores são referentes a pensões e auxílios ofertados mediante a situação social, econômica e trabalhista de cada cadastrado. Os valores referentes ao mês de janeiro começaram a ser pagos na última semana, no dia 7. Já a quantia de fevereiro será liberada a partir do dia 6 de março.

Calendário INSS: veja quando será liberada a aposentadoria e pensão (Imagem: Reprodução - Google)
Calendário INSS: veja quando será liberada a aposentadoria e pensão (Imagem: Reprodução – Google)

Para receber o benefício é necessário que o segurado se dirija até uma unidade da Caixa Econômica Federal apresentando o cartão do INSS ou um documento de identificação pessoal com foto. O valor pode ser liberado tanto nos caixas eletrônicos quanto nos guichês de atendimento.

Leia também: INSS corrige valor do piso e muda o pagamento dos salários

Por se tratar de auxílios liberados em todo o território nacional, o instituto usa a numeração final do cartão do benefício para poder organizar a ordem de recebimento.

Inicialmente, são contemplados aqueles que recebem até um salário mínimo (atualmente fixado em R$ 1.045) e na sequência os brasileiros com uma renda acima do piso nacional.

A cronologia é determinada de acordo com o último dígito presente no cartão. Isso quer dizer que os segurados de numeração 1 são os primeiros contemplados, até o número 9. Por último, o benefício é ofertado para quem tem um 0 no documento.

Valores e benefícios

O valor do pagamento varia de acordo com o benefício solicitado. No caso das aposentadorias, conforme as novas regras estipuladas pela reforma da previdência, o auxílio é determinado de acordo com o tempo de serviço, número de contribuições e renda salarial dos ex trabalhadores.

Já para as pensões o pagamento apresenta regras diferentes de acordo com cada categoria. Na pensão por morte, por exemplo, o auxílio é liberado mensalmente (sem prazo de validade) para os parentes segurados pelo falecido.

Leia também: INSS sofre pressão na justiça com prazo final sobre os benefícios

Já no auxílio maternidade, as parcelas podem ocorrer entre 1 a 6 meses, a depender da situação da segurada. Em aborto espontâneo o pagamento é calculado de acordo com o período de afastamento do serviço, sendo entre quinze a trinta dias.

Já para adoções ou gestações, a quantia pode ser estender por até 6 meses e ser liberada também para os homens.

Calendário INSS

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.