Conta digital cresce e funcionários dos grandes bancos sofrem consequências

Em meio a um novo cenário de serviços digitais oferecidos. As fintechs estão crescendo de forma significativa com oferecimento de conta digital. E em contrapartida, há uma certa pressão por meio da concorrência em questões regulatórias.

Conta digital cresce e funcionários dos grandes bancos sofrem consequências (Reprodução/Google)
Conta digital cresce e funcionários dos grandes bancos sofrem consequências (Reprodução/Google)

Os grandes bancos têm sofrido mudanças também, o que representou o fechamento de 430 agências no ano passado, totalizando uma rede física de menos de dez mil pontos. Ainda nesta nova configuração, há uma diminuição no quadro de funcionários contratados por estas empresas.

Leia Também: Restituição do IR 2020 pode fazer ser paga na sua conta digital; veja como receber!

Em números, o quadro de colaboradores do banco Itaú Unibanco, Bradesco e Santander diminuiu em 6,923 mil pessoas, cujas saídas foram motivadas, principalmente, por programas de demissão voluntária (PDVs).

O ganho dos grandes bancos têm sido afetados, principalmente, pelo aumento do número de empresas direcionadas para o setor digital, com a multiplicação das fintechs e ainda mudanças regulatórias como a do cheque especial, que limitou os juros mensais em 8% desde o mês passado.

Na última segunda-feira, 10, o banco Itaú Unibanco fechou 200 agências no quarto trimestre. E a rede encolheu em 172 pontos. Durante o último ano, foram fechadas 436 unidades físicas da empresa, considerando o Brasil e América Latina. Só no Brasil, diminuiu em 372 unidades.

Ainda de acordo com as informações, para 2020 a expectativa é de continuar o ritmo de diminuições. Assim também visualiza o Banco Bradesco, rival do Itaú, caminhando na mesma direção.

Leia Também: INSS: servidores vão protestar contra decisão do governo; entenda o motivo

Desta forma, o banco não conseguiu cumprir sua meta do lado das despesas, que cresceram 7,2% no ano passado, acima do guidante que ia de 0% a 4%.

Foram fechadas cerca de 100 pontos no último semestre. Na outra ponta, o Santander Brasil abriu 45 agências no ano passado.

O Banco Bradesco estabelece uma meta de fechamento de agências, ou seja, visualizam fechar outras 300 agências. Para compensar o estouro do guidance de custos no ano passado, o banco estabeleceu orçamento base zero de gastos para 2020.

Com áreas como tecnologia de informação, marketing e patrimônio tendo de gastar menos que no ano passado. O número de colaboradores também diminuíram.

Itaú desligou 5.454 pessoas no ano passado. Bradesco reduziu sua equipe em 1,276 mil pessoas. Santander, embora não tenha anunciado uma iniciativa de PDV, enxugou seu quadro em silêncio, com apenas 193 funcionários no ano, mas no trimestre o corte chegou a 1.663 colaboradores.

Apesar da concorrência, as grandes marcas também estão mais ligadas às tecnologias. E a conta digital faz parte dos seus planos, oferecendo serviços e atendimento por meio do internet banking. O que acaba por poupar as agências físicas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA