Banco N26 ameaça sair do Brasil antes mesmo do seu lançamento oficial

Brasileiros poderão perder mais uma oportunidade de investimento digital. Intitulado de banco N26, a fintech alemã está prestes a sair do Brasil antes mesmo de fazer seu lançamento oficial. Segundo os rumores, um dos motivos da desistência está relacionado ao alto grau de competitividade e concorrência com marcas como o Nubank.

Banco N26 ameaça sair do Brasil antes mesmo do seu lançamento oficial (Imagem: Reprodução - Google)
Banco N26 ameaça sair do Brasil antes mesmo do seu lançamento oficial (Imagem: Reprodução – Google)

Sua chegada no país foi indicada em fevereiro de 2019, ao publicar um tweet, em seu perfil oficial, com os seguintes dizeres: “See you soon Brazil!” que na tradução livre significa “Até breve Brasil”. A partir de então, a fintech deu início ao processo de encubação no território nacional.

Leia também: Atendimento Nubank: sem agências físicas saiba como entrar em contato com a fintech

Eduardo Prota, ex administrador no Santander e na Cielo, foi o responsável por assumir a coordenação da marca. Inicialmente, esperava-se que os serviços começassem ainda no mesmo ano, mas até então isso não aconteceu.

No site do N26 os usuários conseguem ler a seguinte mensagem: “A conta digital que o mundo ama está chegando”. Há um botão de espera para aqueles que desejarem se cadastrar e solicitar os serviços oferecidos, mas não há nenhum comunicado com prazo de funcionamento.

Segundo especialistas que já tiveram ligação com a marca, seus gestores desistiram das operações e devem sair do Brasil ainda neste primeiro semestre. Os funcionários já teriam sido comunicados e estariam buscando por outras oportunidades.

Porém, ao ser questionado, o marketing do banco N26 negou a afirmação e disse que continuará trabalhando no país. Alegou que ainda não há data exata para o início de suas operações, mas que oferecerá produtos com um bom preço, capazes de competir com o mercado.

Sobre o banco N26

Trata-se de uma fintech alemã, fundada em 2013, que contabiliza cerca de US$ 682,2 milhões em sete rodadas de investimentos. Atualmente, seu valor de mercado está avaliado em US$ 3,5 bilhões.

Leia também: Contribuição ao MEI sobe a partir deste mês; veja quanto fica

Além do Brasil, a marca atua na China, Estados Unidos e mais 26 países. Somente no ano passado, alcançou a marca de 250 mil clientes nos EUA, atingindo um total de 5 milhões de clientes no mundo.

Seu serviço é similar com outros bancos digitais como o Nubank e o C6. Oferece produtos financeiros por meio de uma ferramenta digital, apresentando uma taxação baixa e mais praticidade para seus usuários.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA