Bolsa Família 2020: sobe número de pessoas na fila de espera com alerta para crise

Apesar dos anúncios de reformulação, o Bolsa Família 2020 vem vivenciando uma crise em seu funcionamento. Com a redução do orçamento, o programa está acumulando uma fila de espera de mais de 1 milhão de famílias. Os brasileiros, já registrados no Cadastro Único, mesmo correspondendo as exigências do ministério da cidadania, estão tendo sua aprovação barradas.

Bolsa Família 2020: sobe número de pessoas na fila de espera com alerta para crise (Imagem: Reprodução - Google)
Bolsa Família 2020: sobe número de pessoas na fila de espera com alerta para crise (Imagem: Reprodução – Google)

A cada três cidades mais pobres do país, uma ficou sem acesso aos benefícios. Isso porque o valor de R$ 30 milhões reservados não custeia nem mesmo as mudanças propostas pelo presidente Jair Bolsonaro, que sugere o aumento dos auxílios.

A última vez em que a fila de espera do Bolsa Família se estendeu foi em julho de 2017, sob o governo do até então presidente Michel Temer. Questionado sobre o entrave, Osmar Terra, ministro da cidadania, explicou que a situação deverá ser condida em breve.

Leia também: Mudanças no Bolsa Família para 2020: veja o que diz o ministro da Cidadania

Ele alega que o motivo da suspensão de novos beneficiários diz respeito a ação de fiscalização dos cadastros já existentes. Nomeada de pente-fino, a medida vem revisando os dados dos beneficiários desde 2019, com o objetivo de desligar aqueles que estão irregulares.

Osmar defende que com o fim da revisão, poderá aceitar novos brasileiros. Entretanto, ressalta que será preciso esperar para que isso aconteça. O ministro explica que a aceitação de novos dados dificultará nas análises já em andamento.

Segundo ele, o desligamento dos brasileiros que estão recebendo as bolsas de forma errada resultará também em um acréscimo no orçamento do projeto.

Leia também: Como vão funcionar os descontos no seguro desemprego em 2020? Entenda!

Na última sexta-feira (7), um grupo de deputados do PSOL enviou um requerimento para convocar o ministro a um debate no plenário sobre o assunto. Se a convocação for aprovada, Terra será obrigado a comparecer.

Sobre o Bolsa Família

Trata-se do principal projeto social brasileiro. Atualmente, o programa beneficia mais de 13,5 milhões de famílias que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Para poder ser um beneficiário, é preciso ter uma renda máxima de até R$ 89 por pessoa e estar devidamente registrado no Cadastro Único. Os valores dos benefícios variam de acordo com a situação social, quantidade de familiares dependentes, faixa etária e mais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA