Contribuição do INSS no seguro desemprego vai ser opcional; vale a pena escolher?

Brasileiros que quiserem ser inclusos na contribuição do INSS no seguro-desemprego poderão ter benefícios em suas aposentadorias. A partir de agora, quem recebe o auxílio terá a chance de optar pelo pagamento de 7,5% ao INSS, de modo que contabilize a prestação de contas na hora de se aposentar. Entretanto, a proposta ainda não foi validada pelo congresso, deixando muitos em dúvida se vale apena ou não o investimento.

Contribuição do INSS no seguro desemprego vai ser opcional; vale a pena escolher? (Imagem: Reprodução - Google)
Contribuição do INSS no seguro desemprego vai ser opcional; vale a pena escolher? (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

Mesmo estando desempregado, o cidadão poderá contribuir fazendo com que o benefício facilite sua entrada na aposentadoria. Porém, terá que lidar com uma diminuição no valor das parcelas liberadas pelo INSS.

Leia também: Nova parcela mínima do seguro desemprego começa a valer na terça-feira (11)

Para esclarecer as dúvidas, separamos algumas perguntas cruciais afim de que os leitores possam entender um pouco mais sobre as modificações no benefício.

Quem pode receber o seguro desemprego?

Antes de decidir se irá ou não contribuir, é preciso estar ciente de quais as obrigatoriedades exigidas para poder receber o auxílio. No caso do seguro-desemprego, têm direito ao pagamento todos:

  • Aqueles demitidos sem justa causa;
  • Pescadores profissionais durante o período em que a pesca é proibida devido à procriação das espécies;
  • Trabalhadores resgatados da condição análoga à de escravidão.

O tempo de contribuição será computado na aposentadoria, mesmo o trabalhador estando desempregado?

Nesse caso, recebendo ou não o seguro-desemprego, o cidadão poderá contribuir para o INSS, uma vez em que há a modalidade de segurado facultativo, ou seja, sem obrigatoriedade. Entretanto, é preciso estar devidamente inscrito na Previdência Social para poder pagar os 7,5% determinados.

Pagando ao INSS, o trabalhador perde o direito de receber o seguro-desemprego?

Não. Só fica sem o auxílio o contribuinte que não atender os pré-requisitos citados acima ou então pagar enquanto segurado obrigatório.

Leia também: Vagas abertas na Kimberly Clark: 5 cargos com salários acima do piso

Optando pela contribuição ao INSS no seguro desemprego, o cidadão terá acesso a todos os benefícios?

Enquanto estiver contribuindo, a pessoa ficará coberta pelo instituto, mas a liberação dos auxílios variam de acordo com as regras impostas para o funcionamento de cada um.

No caso da aposentadoria por tempo de contribuição, por exemplo, será preciso cumprir as alíquotas exigidas e não necessariamente garantirá a obtenção do benefício.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.