Bolsa Família diminuí número de beneficiados em 1° ano do governo Bolsonaro

Durante o primeiro ano de atuação do presidente Jair Bolsonaro foi registrada uma queda na quantidade de pessoas sendo beneficiadas pelo Bolsa Família.

Bolsa Família diminuí número de beneficiados em 1° ano do governo Bolsonaro (Reprodução/Google Imagens)
Bolsa Família diminuí número de beneficiados em 1° ano do governo Bolsonaro (Reprodução/Google Imagens)

As informações foram detalhadas por reportagem do (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles. De acordo com dados, foram 590 mil famílias sem receber o benefício durante o ano de 2019.

Leia Também: Bolsa Família lança crédito para compra de material escolar no DF; veja quem recebe

Em janeiro de 2019, havia 13,760 milhões nomes na folha de pagamento do programa e em dezembro o valor caiu para 13,170 milhões. A queda corresponde a 4,3% do total de usuários.

Para chegar ao valor, foi calculada a quantidade de Números de Identificação Social (NIS) únicos nas folhas de pagamento do Bolsa Família, disponibilizados no Portal da Transparência.

Este número representa quase meio milhão de pessoas que esperaram na fila do programa no ano passado. Quando procurado, Ministério da Cidadania detalha que a lista se encontrava perto de zero no fim do governo de Michel Temer.

Ou seja, a quantidade de beneficiários caiu, enquanto aumentou o número de brasileiros que precisam do auxílio e esperam o sinal verde para receber o dinheiro.

“É importante ressaltar que o Bolsa Família apresentou, durante todo o governo do PT, fila de espera para entrada no programa”, respondeu a pasta por meio de nota.

Ouvindo especialistas, a reportagem do portal Metropoles explica que, de acordo com estes profissionais, a queda de beneficiários e o aumento da fila de espera mostram “um propósito do governo”. Estas são as palavras do professor do departamento de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), Aninho Irachande.

Leia Também: Restituição do IR 2020 pode ser paga ao MEI? Veja aqui

De acordo com o Ministério da Cidadania, “nos últimos meses, houve redução no número de inclusões de famílias, o que deve ser normalizado com a conclusão dos estudos de reformulação do Bolsa Família”.

Mudanças no Bolsa Família

O programa atualmente recebe diversas propostas de modificações. No último dia 8 de janeiro, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, detalhou que os estudos do governo para reformulação do programa já estão adiantados.

De acordo com o profissional, alterações visam “recuperar alguns aspectos que ficaram para trás em programas assistencialistas de governo passados, privilegiando mérito, imaginando possibilidades de saída dessas pessoas do programa, a partir de que elas evoluam como cidadão”.

As modificações ainda incidem sobre a premissa de combater a entrega indevida do Bolsa Família sobre aquelas pessoas que não mereçam participar, que o programa use critério meritocráticos. Expectativa é que o sistema avance em direção às pessoas de menor idade e seja efetivo aos que necessitam.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA