Inscrição no Bolsa Família está suspensa? Entenda a demora nas análises

Quem fez a inscrição no Bolsa Família está aguardando a pelo 6 meses por uma resposta. Isto aconteceu porque em 2019, primeiro ano do governo do presidente Jair Bolsonaro, a fila de pessoas que esperam pelo benefício passou de zero, patamar de 2018, para 494.229 famílias. Número este que só não é maior do que o registrado em 2015, quando mais de 1,2 milhão de famílias tentavam o auxílio.  

Inscrição no Bolsa Família está suspensa? Entenda a situação
Inscrição no Bolsa Família está suspensa? Entenda a situação

Os beneficiários do programa são famílias que possuem renda baixa, ou seja, aquelas que recebem mensalmente entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa e que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes.

Em uma última pesquisa, feita entre janeiro de 2018 e maio de 2019, a média mensal de novos benefícios concedidos era de 261.429, porém, desde junho do ano passado, esse número teve uma queda exponencial, chegando a registrar 5.667 novos participantes.

Leia também: Calendário Bolsa Família 2020: pagamento termina nesta sexta-feira

Esta redução no número de famílias ajudadas causou uma fila considerável pelo benefício, e a espera que deveria ser de 45 dias após a inscrição no Bolsa Família, agora dura mais de seis meses.

O tempo aguardado pelo principal programa de erradicação da pobreza do país acontece após a tentativa de enxugamento dos beneficiários idealizada por Jair Bolsonaro, uma vez que, no primeiro ano de seu mandato o Bolsa Família atingiu o número máximo de assistidos desde a criação do auxílio, que nasceu em 2004.  

Em maio de 2019, pelo menos 14,2 milhões de famílias recebiam um rendimento médio de R$ 190. Porém, de lá pra cá, o Bolsa Família vem encolhendo a cada mês.

Em dezembro, o auxílio mostrou o menor número de beneficiários desde 2011, com 13,1 milhões de assistidos. Mesmo que esteja na planilha do governo o pagamento anual do 13° salário para estas famílias. 

Leia também: Bolsa Família: perdeu a data de pagamento? Saiba se ainda pode receber

Os dados sobre a fila no Bolsa Família foram obtidos pelo jornal GLOBO que, por meio da Lei de Acesso à Informação, só teve resposta após quatro meses do requerimento, precisando da ajuda da Controladoria-Geral da União (CGU).

De acordo com o veículo de informação, o Ministério da Cidadania respondeu em nota que a redução de benefícios se deu por questões orçamentárias e combate a fraudes, além de citar que está havendo uma reformulação do programa, ainda em curso na Esplanada. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.