Mudanças do salário mínimo atingem diretamente pensionistas do INSS

Mudanças no salário mínimo resultarão em acréscimo no pagamento dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social. A partir deste mês, os aposentados e pensionistas do INSS terão seus pagamentos reavaliados e passarão a receber a partir do novo piso nacional que é de R$ 1.039.

Mudanças do salário mínimo atingem diretamente pensionistas do INSS
Mudanças do salário mínimo atingem diretamente pensionistas do INSS

A primeira modificação mais importante diz respeito ao piso das aposentadorias, pensões e auxílios-doença, que obrigatoriamente precisam ter o mesmo valor do salário mínimo. Segundo o INSS, cerca de 70% de seus assegurados se enquadram neste pagamento.

Leia também: Novo valor do salário mínimo deve ser atualizado no e-Social; veja como

A prestação de conta com os novos valores começarão já no próximo dia 27 e irão até o dia 7 de fevereiro. Receberão primeiro os beneficiários que tenham uma renda de até R$ 1.039 e na sequência será liberado os pagamentos dos demais.

Quanto a ordem de saque, esta vem sendo determinada a partir da numeração final do cartão do aposentado ou pensionistas. O grupo com o último digito 1 será o primeiro contemplado e assim sucessivamente.

Além do reajuste no valor dos auxílios por conta das mudanças do salário mínimo, os recolhimentos realizados pelo INSS também sofrerão reajustes.

A partir do mês de fevereiro os valores serão recalculados tendo como base os R$ 1.039 mais a alíquota que irá variar de acordo com a modalidade. Além disso, com a reforma da Previdência houveram alterações nesse sentido.

Saiba mais: Veja quais serão os descontos do INSS no seu salário a partir de março

Mudanças do salário mínimo para o PIS e seguro desemprego

O abono salarial também terá alteração e permitirá que o trabalhador saque entre R$ 86,58 e R$ 1.039, a depender do seu tempo de serviço.

O calendário que está em vigência determina que até junho deste ano serão contemplados os brasileiros que exerceram o oficio por ao menos 30 dias em 2018. Neste caso, a quantia a ser paga ainda será de no máximo R$998, valor do salário no ano passado.

A nova quantia será proporcional ao número de meses em que esteve desempregado. Para ter direito ao benefício é preciso possuir uma renda mensal máxima de até dois salários mínimos e ter trabalhado de carteira assinada por um mês (no mínimo). Quanto maior o tempo de serviço, mais alto será o pagamento.

Por fim, serão modificados também o valor mínino do seguro-desemprego que deixará de ser de R$ 998 para R$ 1.039. O benefício é ofertado para aqueles demitidos sem justa causa e considera a média dos três salários pagos anteriores à demissão.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Mudanças do salário mínimo atingem diretamente pensionistas do INSS

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA