Veja quais serão os descontos do INSS no seu salário a partir de março

Em 2019 o país passou pela Reforma Previdência que estabeleceu novos descontos do INSS, no que se trata das contribuições previdenciárias. Esses valores atualizados começarão a ser descontados do salário do trabalhador em março.

Veja quais serão os descontos do INSS no seu salário a partir de março
Veja quais serão os descontos do INSS no seu salário a partir de março

Para os trabalhadores brasileiros, a contribuição com a previdência é a forma de garantir o acesso a benefícios pagos pelo INSS. Como a aposentadoria, salário-maternidade, auxílio-doença e entre outros. 

Leia também: Revisão do INSS: TRF de dois estados negam pedido; entenda o porquê

A diferença no reajuste da contribuição será sentida pelos trabalhadores que atuam com carteira assinada, principalmente, no mês de abril.

Antes, quem trabalhava com carteira assinada no setor privado contribuia com um percentual que vai de 8% a 11% do seu salário para a previdência. Essas contribuições são divididas em três faixas.

A primeira faixa são os trabalhadores que recebem um salário de até R$ 1.751,81, que contribuem com 8%. Agora os trabalhadores que ganham de 1.751,82 a R$ 2.919,72, contribuem com 9%. E os trabalhadores que recebem de R$ 2.919,73 a R$ 5.839,45, contribuem com 11%.

Já agora, ele irá contribuir com 7,5%, que é o valor de R$74,85. A porcentagem de contribuição vai aumentando conforme o salário do contribuinte.

Para os funcionários públicos, a contribuição era  chamada de regime próprio.

Os que ingressaram no serviço público até o ano de 2013 pagam 11%, de todo o seu salário; exceto aqueles que aderiram ao fundo de previdência complementar dos servidores, o Funpresp, que contribuem com 11% até o teto do regime geral, porque têm o benefício limitado a R$5 mil.

Já os que entraram depois de 2013 também contribuem com 11% até o teto, pelo mesmo motivo.

Os servidores públicos com altos salários e há bastante tempo no cargo terão descontos no INSS mais altos.

Por exemplo, um funcionário que recebe um salário mínimo de R$1.039, nas regras antigas com a cobrança de 11% este mesmo contribuinte pagaria R$114,29. Agora, com a reforma o desconto é de 7,5%, equivalendo a R$77,92 do salário bruto.

Já funcionários com salários de R$ 30 mil, antes contribuíam com 11%, equivalente a R$3.300. A partir desse ano devem contribuir com 16,12%, que será no valor de R$ 4.835.

Novos descontos do INSS

  • Até um salário mínimo: 7,5%
  • Acima de um salário mínimo até R$ 2 mil: 9%
  • De R$ 2.000,01 a R$ 3 mil: 12%
  • De R$ 3.000,01 até o teto (de R$ 5.839,45, em 2019): 14%

Além disso, há o desconto do Imposto de Renda (IR), que  é obrigatório e feito mensalmente como a contribuição ao INSS.

No caso do IR, o cálculo é feito somente após o desconto do valor destinado à aposentadoria. Salários de até R$ 1,9 mil são isentas do imposto.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Veja quais serão os descontos do INSS no seu salário a partir de março

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA