Calculadora de Férias

 

A calculadora de férias é ideal para ter uma noção do valor exato a ser entregue ao trabalhador. As férias são períodos de descanso concedidos a estudantes e trabalhadores. Sendo realizada após 6 meses de atividades no caso dos estudantes em estágio, e dos demais trabalhadores sob regime CLT após 12 meses de trabalho.

No caso dos trabalhadores com carteira assinada, as férias são remuneradas. Para o estudante, dependendo do contrato de estágio, esse período de descanso também pode ser remunerado.

De acordo com os artigos 129 e 130 da Consolidação de Leis Trabalhistas (CLT), o trabalhador tem direito a férias quando é devidamente registrado em carteira de trabalho.

Aprenda a usar nossa calculadora de férias e saber o valor exato que você tem direito a receber!

Calculadora de Férias
Calculadora de Férias (Imagem: Montagem FDR)

O que são férias proporcionais?

As férias proporcionais acontecem quando o de serviço é inferior a 12 meses de trabalho consecutivo na mesma empresa.

Dessa forma, caso a pessoa seja demitida ou peça demissão antes de completar 1 ano na empresa, ao calcular o valor das férias proporcionais a empresa vai considerar por quantos meses o trabalhou atuou dentro do período de 1 ano.

Com a reforma trabalhista, como ficam as férias?

Com a Reforma Trabalhista, o trabalhador em consenso com a empresa pode tirar as férias de forma parcelada em até três vezes ao ano.

Sendo uma dessas parcelas não podendo ser menor do que 14 dias corridos e o restante não podendo ser menor que 5 dias corridos.

Para o trabalhador de carteira assinada, é possível tirar férias parceladas ou férias integrais de 30 dias ao longo de 12 meses.

Outras mudanças:

  • Trabalhadores em meio período agora podem tirar férias de 30 dias;
  • Pessoas com contrato inferior a 12 meses agora podem tirar férias, sendo proporcional ao seu tempo de trabalho;
  • Abono pecuniário de 1/3 dos dias de férias, a conhecida venda de férias, sendo de escolha do trabalhador independente da concordância do empregador, desde que solicite no prazo que é estabelecido pela legislação;
  • Férias em dobro, quando o empregador não cumprir o direito de férias do trabalhador ou fizer fora do prazo, ele é obrigado a pagar o valor das férias em dobro!

Como é o cálculo de férias fracionadas?

Foi por meio da Reforma Trabalhista em 2017 que foi criada as férias fracionadas. Neste sistema é possível que o trabalhador tenha três períodos diferentes de recesso, desde que o primeiro não seja inferior a 14 dias, e os outros dois não tenham menos que 5 dias de descanso.

No momento de calcular férias fracionadas é preciso levar em conta quantos dias serão de afastamento. Sendo que a cada novo período de descanso o valor deve ser depositado para o trabalho. O cálculo de pagamento segue a ordem:

  • (salário Bruto + ⅓ de salário bruto) /30 x número de dias de férias solicitadas – descontos de IRRF e INSS proporcionais.

Exemplo:

  • Dias de descanso: 20 dias
  • Salário bruto: R$ 3.000,00
  • ¹/³ do salário: R$ 1.000,00
  • Descontos IRRF e INSS: R$ 276,78

(R$ 3.000,00 + R$ 1.000,00) / 30 x 20 – 276,78 = R$ 2.389,89 total líquido das férias fracionadas.

Como funcionam as férias coletivas?

As férias coletivas acontecem normalmente nos períodos de fim de ano e em tempos de crises econômicas. Quando a empresa precisa dispensar boa parte dos seus funcionários a fim de reduzir custos, ou para que todos usufruam do mesmo período de descanso em datas comemorativas.

Para saber mais sobre as férias coletivas, o FDR te oferece este artigo para você tirar todas suas dúvidas.

Como calcular minhas férias?

O cálculo de férias é bem simples, basta apenas somar ao total de seu salário bruto e o valor de mais 1/3 (um terço) do mesmo.

Como exemplo prático, trouxemos o caso do trabalhador que receba salário bruto de R$3.000,00 e não tenha nenhum dependente:

  • Valor do salário: R$3.000,00
  • Um terço do salário: R$1.000,00
  • Descontos do INSS e do IRPF: R$ 415,20
  • Valor líquido das férias: R$ 3.584,80

Para saber o valor exato de acordo com o seu salário, suba o artigo e utilize nossa calculadora de férias!

Como é feito o pagamento das férias?

Quando cumpre com os doze meses de trabalho, o cidadão passa a se preparar para tirar 30 dias de férias. Para fazer o cálculo do pagamento das férias a empresa deve considerar o salário bruto do trabalhador e o período que ele vai se ausentar.

O pagamento das férias acontece junto com o salário liquido do funcionário, e deve ser efetuado no máximo dois dias antes do início do período de recesso. Se, por exemplo, o trabalhador vai sair de férias no dia 15, ele deve ser pago até o dia 13.

Como calcular férias com desconto

São feitos dois descontos no valor de pagamento das férias: do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), e da contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O valor de desconto depende do valor de salário do trabalhador. Confira quanto pode ser descontado da sua remuneração com base na tabela de alíquotas para 2022.

Descontos do INSS (tabela de 2022)

  • Até R$1.212: 7,50%;
  • R$ 1.212,01 a R$ 2.427,35: 9%;
  • R$ 2.427,36 até R$ 3.641,03: 12%;
  • R$ 3.641,04 até R$ 7.087,22: 14%.

Desconto do IRPF (tabela de 2022):

  • Até R$ 1.903,98: Isento;
  • R$ 1.903,99 até 2.826,65: 7,50%;
  • R$ 2.826,66 até 3.751,05: 15%;
  • R$ 3.751,06 até 4.664,68: 22,50%;
  • A partir de 4.664,68: 27,50%.

* As tabelas serão atualizadas assim que o governo federal publicar as novas alíquotas.

O que é o 1/3 (um terço) de férias?

Esse valor funciona como um benefício para o trabalhador poder aproveitar suas férias, uma espécie de bônus.

Para calcular esse valor é fácil, basta você adicionar ao valor total de seu salário o que corresponde a 1/3 de seu salário.

Nos casos onde o funcionário tem salário variável ou é pago por hora, é calculado 1/3 de acordo com sua remuneração dos últimos 12 meses e dividindo por 12.

Como é o cálculo de férias vencidas?

Para saber se as férias estão vencidas basta considerar quando começou a trabalhar na empresa. Funciona assim, após 12 meses consecutivos prestando serviços no mesmo local o trabalhador tem direito a 30 dias de férias. Esses dias de descanso poderão ser tirados um ano após completar 12 meses de trabalho.

Exemplo:

  • Trabalhador começou a atuar na empresa Y em maio de 2021;
  • Este trabalhador ganhou direito a férias desde maio de 2022;
  • As férias poderão ser tiradas até maio de 2023.

Caso a empresa não respeite esse período, ao calcular valor das férias vencidas será preciso pagar o benefício em dobro. Ou seja, o valor que o cidadão tem direito x 2.

Situações que podem reduzir o valor das férias

Determinadas situações podem fazer com que haja uma redução do valor de suas férias, sendo a quantidade de faltas durante seu período de trabalho um desses fatores.

Nos casos em que o trabalhador tem mais de 5 faltas não justificadas no ano, suas férias serão reduzidas da seguinte forma:

  • De 6 a 14 faltas: 24 dias corridos de férias
  • De 15 a 23 faltas: 18 dias corridos de férias
  • De 24 a 32 faltas: 12 dias corridos de férias
  • Superando 32 dias de falta o trabalhador não tem direito a férias

Como usar a calculadora de férias para férias proporcionais?

Para realizar o cálculo das férias proporcionais, é necessário multiplicar o salário pela quantidade de meses que foi trabalhado.

Em seguida, é necessário dividir o resultado por 12. E por último, irá somar 1/3.

Simplificando: salário X meses trabalhados ÷ 12 + 1/3

Como vender as minhas férias?

Caso tenha interesse em realizar a venda das férias, o primeiro passo é entender em quais casos é permitido e até quantos dias o trabalhador poderá realizar o processo:

A CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) regulariza essa prática por meio do artigo 143:

Art. 143. É facultado ao empregado converter 1/3 (um terço) do período de férias a que tiver direito em abono pecuniário, no valor da remuneração que lhe seria devida nos dias correspondentes.

Por tanto a prática é legal e chamada de abono pecuniário em que o trabalhador está autorizado a vender até um terço de suas férias. Isso equivale a 10 dias do total de 30 dias de descanso. Em resumo: um funcionário deverá folgar 20 dias e trabalhar (vender) 10 dias.

Cabe somente ao trabalhador a escolha de vender ou não as férias. A empresa não pode obrigá-lo a vender e também não pode se negar a comprar.

Para realizar a venda das férias, é preciso comunicar a empresa por escrito sobre a vontade de vender as férias. A empresa tem 12 (doze) meses para conceder as férias ao trabalhador e quando o período chegar, é preciso primeiro trabalhar os 10 dias vendidos e só depois tirar o descanso remunerado já com o valor do abono pecuniário adicionado.

Como calcular venda das férias

Quando o trabalhador não quer tirar o período de descanso, ele pode solicitar a venda das férias. Neste caso a empresa precisa ser avisada sobre o interesse pelo menos 15 dias antes de completar o período aquisitivo, caso contrário o empregador pode se negar a comprar as férias.

Costuma ser de interesse da empresa fazer essa compra porque o funcionário volta a atuar, e as funções que ele cumpre não precisarão ser substituídas por outro funcionário. Como foi dito, a venda dos 30 dias de recesso, no entanto, não está permitida por lei, o trabalhador pode oferecer até 10 dias de descanso.

Para calcular o valor das férias que serão vendidas é preciso:

  • Divida seu salário pela quantidade de dias de férias a que você tem direito (30 dias) e multiplicar o resultado pela quantidade de dias que você deseja vender (nesse caso, 10 dias);
  • Exemplo: R$ 3000,00 / 30 = R$ 100,00. R$ 100,00 x 10 dias = R$ 1000,00.

Estagiário, Jovem Aprendiz e Trainee têm direito a férias remuneradas?

As férias dos estagiários do Jovem Aprendiz devem ser liberadas preferencialmente durante o período de recesso escolar. O tempo de descanso também é de até 30 dias.

Quanto ao Trainee, o período para tirar as férias depende de um acordo entre o funcionário e a empresa, já que ele tem os mesmos direitos de qualquer outro trabalhador CLT.

Por lei, estagiário, Jovem Aprendiz e Trainee tem direito a férias remuneradas. Isso porque esses três cargos possuem contrato de pelo menos um ano, e por isso terão direito ao descanso e ao pagamento por ele. Além disso, são regidos pelas proteções da CLT.

Achou complicado fazer o cálculo de férias?

Não se preocupe! No FDR você conta com uma calculadora de férias gratuita que irá calcular para você o valor online e rapidamente.

Para realizar o cálculo, basta voltar ao início da página!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 87

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.