Calculadora de Férias: Cálculo e valor exato das Férias Proporcionais

Salário bruto
R$
Média de
hora extra (opcional)
R$
Número de dependentes (opcional)
Dias de férias
Abono pecuniário
(Vende 1/3)
Adiantar 1º parcela do 13º
Resultado
Ref. Proventos Descontos
Valor férias - R$ 0,00 -
1/3 férias - R$ 0,00 -
Abono pecuniário - R$ 0,00 -
1/3 Abono pecuniário - R$ 0,00 -
1/3 Abono pecuniário - R$ 0,00 -
INSS 0.00% - R$ 0,00
IRRF 0.00% - -
Totais R$ 0,00 -
Valor Férias líquido R$ 0,00

As férias são períodos de descanso concedidos a estudantes e trabalhadores. Sendo realizada após 6 meses de atividades no caso dos estudantes em estágio, e dos demais trabalhadores sob regime CLT após 12 meses de trabalho.

No caso dos trabalhadores com carteira assinada, as férias são remuneradas. Para o estudante, dependendo do contrato de estágio, esse período de descanso também pode ser remunerado.

De acordo com os artigos 129 e 130 da Consolidação de Leis Trabalhistas (CLT), o trabalhador tem direito a férias quando é devidamente registrado em carteira de trabalho.

Aprenda a usar nossa calculadora de férias e saber o valor exato que você tem direito a receber!

Calculadora de Férias
Calculadora de Férias (Imagem: Montagem FDR)

O que são férias proporcionais?

As férias proporcionais são referentes ao tempo inferior aos 12 meses de trabalho.

Dessa forma, caso a pessoa seja demitida ou peça demissão antes de completar 1 ano na empresa, receberá o valor proporcional de férias.

Com a reforma trabalhista, como ficam as férias?

Com a Reforma Trabalhista, o trabalhador em consenso com a empresa pode tirar as férias de forma parcelada em até três vezes ao ano.

Sendo uma dessas parcelas não podendo ser menor do que 14 dias corridos e o restante não podendo ser menor que 5 dias corridos.

Para o trabalhador de carteira assinada, é possível tirar férias parceladas ou férias integrais de 30 dias ao longo de 12 meses.

Outras mudanças:

  • Trabalhadores em meio período agora podem tirar férias de 30 dias;
  • Pessoas com contrato inferior a 12 meses agora podem tirar férias, sendo proporcional ao seu tempo de trabalho;
  • Abono pecuniário de 1/3 dos dias de férias, a conhecida venda de férias, sendo de escolha do trabalhador independente da concordância do empregador, desde que solicite no prazo que é estabelecido pela legislação;
  • Férias em dobro, quando o empregador não cumprir o direito de férias do trabalhador ou fizer fora do prazo, ele é obrigado a pagar o valor das férias em dobro!

Como funcionam as férias coletivas?

As férias coletivas acontecem normalmente nos períodos de fim de ano e em tempos de crises econômicas.

Para saber mais sobre as férias coletivas, o FDR te oferece este artigo para você tirar todas suas dúvidas.

Como calcular minhas férias?

O cálculo de férias é bem simples, basta apenas somar ao total de seu salário bruto e o valor de mais 1/3 (um terço) do mesmo.

Como exemplo, trouxemos o caso do trabalhador que receba salário bruto de R$3.000,00 e não tenha nenhum dependente:

  • Valor do salário: R$3.000,00
  • Um terço do salário: R$1.000,00
  • Descontos do INSS e do IRPF: R$ 415,20
  • Valor líquido das férias: R$ 3.584,80

Para saber o valor exato de acordo com o seu salário, suba o artigo e utilize nossa calculadora de férias!

publicidade

O que é o 1/3 (um terço) de férias?

Esse valor funciona como um benefício para o trabalhador poder aproveitar suas férias, uma espécie de bônus.

Para calcular esse valor é fácil, basta você adicionar ao valor total de seu salário o que corresponde a 1/3 de seu salário.

Nos casos onde o funcionário tem salário variável ou é pago por hora, é calculado 1/3 de acordo com sua remuneração dos últimos 12 meses e dividindo por 12.

Situações pode acontecer a redução do valor das férias

Em determinadas situações pode fazer com que haja uma redução do valor de suas férias, sendo a quantidade de faltas durante seu período de trabalho um desses fatores.

Nos casos em que o trabalhador tem mais de 5 faltas não justificadas no ano, suas férias serão reduzidas da seguinte forma:

  • De 6 a 14 faltas: 24 dias corridos de férias
  • De 15 a 23 faltas: 18 dias corridos de férias
  • De 24 a 32 faltas: 12 dias corridos de férias
  • Superando 32 dias de falta o trabalhador não tem direito a férias

Como usar a calculadora de férias para férias proporcionais?

Para realizar o cálculo das férias proporcionais, é necessário multiplicar o salário pela quantidade de meses que foi trabalhado.

Em seguida, é necessário dividir o resultado por 12. E por último, irá somar 1/3.

Simplificando: salário X meses trabalhados ÷ 12 + 1/3

Achou complicado o cálculo de férias?

Não se preocupe! No FDR você conta com uma calculadora de férias que irá calcular para você o valor. Para realizar o cálculo, basta voltar ao início da página.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Calculadora de Férias: Cálculo e valor exato das Férias Proporcionais

Gabriela BarretoGabriela Barreto
Gabriela Barreto possui Técnico em Administração pela Secretaria de Educação do estado de Pernambuco e é graduanda em Ciências Contábeis pela Faculdade Frassinetti do Recife - FAFIRE. Já atuou no mercado financeiro, na área de negociações e assessoria bancária. Atualmente produz conteúdo para o portal FDR.