Governo SUSPENDE prova de vida de aposentados e pensionistas

Uma notícia importante para os aposentados e pensionistas: o Governo Federal decidiu suspender, temporariamente, a atualização cadastral que auxilia na prova de vida das pessoas que residem no Rio Grande do Sul.

Governo SUSPENDE prova de vida de aposentados e
pensionistas. (Imagem: Jeane de Oliveira/ FDR)

A medida é válida até 31 de outubro e foi publicada no Diário Oficial da União na última segunda-feira (03/06). A suspensão da atualização cadastral tem como objetivo oferecer alívio à população local diante das questões enfrentadas no último mês devido às enchentes.

A especialista Lila Cunha, colaboradora do FDR, comenta mais sobre a Prova de Vida, confira.

Prova de Vida

A atualização cadastral é uma prática rotineira que permite verificar periodicamente a condição dos beneficiários, garantindo que estão vivos e aptos a continuar recebendo os benefícios do INSS aos quais têm direito. 

Porém, devido às circunstâncias excepcionais provocadas pelas enchentes, o governo optou por suspender temporariamente esse processo apenas no Rio Grande do Sul, priorizando o bem-estar e a segurança dos cidadãos afetados.

Durante o período de suspensão, os beneficiários do INSS não precisarão realizar a atualização cadastral para continuar recebendo seus benefícios normalmente. 

Vale lembrar que a suspensão é uma medida temporária e que o governo continuará monitorando a situação para avaliar a necessidade de prorrogação ou retomada da prova de vida.

Quem precisa fazer a Prova de Vida?

A prova de vida é obrigatória para aposentados, pensionistas e pessoas que recebem benefícios do INSS para evitar fraudes e garantir que os segurados continuem recebendo seus benefícios sem interrupções.

Além disso, a prova de vida também ajuda a manter os registros do Governo Federal atualizados, facilitando a gestão eficiente dos pagamentos e evitando problemas como pagamentos incorretos.

E, desde a pandemia da Covid-19, a prova de vida passou por mudanças que continuam até hoje. Assim, os beneficiários não precisam mais se dirigir à agência para realizar a prova de vida, o processo pode ser realizado de diversas formas.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Yasmin NascimentoYasmin Nascimento
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com MBA em Digital Strategy, também pela Unicap. Com experiência em redação e redes sociais.