Brasileiros acima de 18 anos são surpreendidos com nova regra do cartão de crédito

Os brasileiros acima de 18 anos já podem solicitar cartão de crédito no seu banco de confiança. É preciso uma análise da renda do cidadão e consulta do seu CPF nos órgãos de proteção ao crédito. Uma nova lei torna o acesso ao cartão mais vantajoso. 

cartão de crédito
Brasileiros acima de 18 anos são surpreendidos com nova regra do cartão de crédito
(Foto: Jeane de Oliveira/FDR)

Em dezembro do ano passado foi regulamentado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) o teto de juros do rotativo do cartão de crédito. Isso significa que os bancos terão que respeitar o limite imposto no momento de cobrar os valores sobre o saldo da fatura que não foi pago. 

O que é o rotativo do cartão de crédito?

O rotativo do cartão de crédito é a possibilidade que o cliente tem de pagar a parcela mínima da sua fatura. Perceba que ao receber a conta do cartão de cada mês há a opção “pagamento mínimo” com um valor X. 

Ao pagar o mínimo a fatura não é totalmente quitada, mas parte do limite do crédito retorna ao cliente, o que para muitos acaba sendo a solução para o momento em que não há todo o valor para quitar o débito completo. 

Na fatura do mês seguinte o banco incluí o valor de cobrança daquele mês, mais a parte que não foi paga do mês anterior acréscida de juros. Ou seja, na próxima fatura é preciso ter mais dinheiro para quitar o débito que ficou maior. 

Teto de juros do rotativo do cartão de crédito

O governo federal, e a própria Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) passaram a perceber que com o uso do rotativo do cartão de crédito o número de inadimplência estava subindo. Os juros em torno desta operação chegam a 15% ao mês, ou 420% ao ano. 

Diante disso, com a aprovação em dezembro de 2023 desde janeiro de 2024 há limite de cobrança da dívida do rotativo. Funciona assim:

  • O valor da dívida não pode superar 100% do total original;
  • Exemplo: Lucas tem uma dívida de R$ 100 no rotativo, os encargos não podem passar de R$ 100, ou seja, ele não poderá pagar mais do que R$ 200. 

 

 

 

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com