Governo Lula libera modalidade de crédito para inscritos no CadÚnico; saiba como obter valores

Foi lançado pelo Governo Federal o Programa Acredita, que oferece microcrédito aos inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais). O objetivo é apoiar famílias de baixa renda e microempreendedores informais, promovendo inclusão financeira e estimulando pequenos negócios.

Governo Lula libera modalidade de crédito para inscritos no CadÚnico; saiba como obter valores. Imagem: FDR

Essa iniciativa de crédito para inscritos no CadÚnico visa oferecer oportunidades de crescimento econômico para pessoas de baixa renda, através do acesso ao crédito. O Programa Acredita busca impulsionar a economia local e regional, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país.

Para os inscritos no CadÚnico, o acesso ao crédito costuma ser desafiador devido a barreiras financeiras. Tradicionalmente excluídos do sistema financeiro, muitos enfrentam dificuldades devido à falta de garantias.

Nesse contexto, o Programa Acredita surge como uma solução, proporcionando microcréditos com taxas de juros mais acessíveis. Seu objetivo principal é promover inclusão financeira e oferecer oportunidades de crescimento econômico para os mais necessitados.

Continue acompanhando para entender como funciona o crédito para inscritos no CadÚnico. Enquanto isso, neste artigo, eu te apresento novas oportunidades disponíveis para solteiros registrados neste banco de dados federal. Confira!

Funcionamento do crédito para inscritos no CadÚnico

O Programa Acredita oferece uma oportunidade única de acesso ao crédito para inscritos no CadÚnico. Com um fundo inicial de R$ 1 bilhão, o programa pode gerar até R$ 12 bilhões em créditos, proporcionando um suporte financeiro essencial.

Cada beneficiário tem a possibilidade de solicitar até R$ 21 mil, com um limite máximo de R$ 80 mil, equivalente a 30% do faturamento anual permitido para Microempreendedores Individuais (MEI). Além do apoio financeiro, o Programa Acredita oferece um abrangente programa de capacitação.

Os participantes terão acesso a treinamentos em gestão de negócios, práticas de mercado e planejamento estratégico. Essa iniciativa visa não apenas ajudar os empreendedores a começar seus negócios, mas também a expandi-los de forma sustentável e consciente, promovendo o desenvolvimento econômico e social.

Solicitação do crédito para inscritos no CadÚnico

O Programa Acredita oferece microcrédito para aqueles cadastrados no CadÚnico, com um processo simplificado de solicitação através do site oficial do Governo Federal. Isso visa ampliar o acesso dos brasileiros aos recursos necessários para impulsionar seus empreendimentos.

Além do suporte financeiro, o programa oferece medidas de apoio abrangentes. Isso inclui cursos de capacitação profissional, orientação para formalização de negócios e acompanhamento na gestão empresarial. O Sebrae, como parceiro do programa, contribuirá com recursos e conhecimentos para garantir o sucesso dos empreendedores.

Inovações do crédito para inscrito no CadÚnico

O Programa Acredita introduziu uma importante inovação: o Fundo Garantidor de Operações (FGO), que cobrirá integralmente as operações de crédito. Isso elimina a necessidade de avalistas ou outras garantias, simplificando o acesso ao crédito.

Essa medida é especialmente direcionada para aqueles que historicamente enfrentam dificuldades em obter financiamento nos bancos tradicionais. A expectativa é que o programa realize mais de 1,25 milhão de operações de microcrédito até 2026, totalizando um investimento de mais de R$ 7,5 bilhões na economia.

O programa de crédito para inscritos no CadÚnico promete ser uma verdadeira mudança de paradigma. Além de promover a autonomia financeira dos beneficiários do Bolsa Família e do CadÚnico, ele tem o potencial de transformar o cenário econômico e social do Brasil.

Com essa nova iniciativa, espera-se que mais brasileiros tenham acesso a recursos que possam impulsionar o desenvolvimento econômico e social em suas comunidades. Isso certamente contribuirá para uma redução significativa da desigualdade social no país.

Quais inscritos no CadÚnico podem acessar o crédito?

Eixo 1 

Famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único, trabalhadores informais e pequenos produtores rurais que acessam o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Eixo 2

Eixo 3 

Mercado imobiliário e setor de construção civil. Beneficiará principalmente famílias de classe média que não se enquadram em programas habitacionais populares e consideram elevado o custo de financiamento a taxas de mercado.

Eixo 4 

Investidores estrangeiros.

Laura AlvarengaLaura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile