Mais de 60 mil famílias ficam de fora do pagamento do Bolsa Família de junho e motivo é revelado

Novo mês, novos pagamentos do Bolsa Família, mas não para mais de 60 mil beneficiários. A suspensão nos pagamentos deste atinge famílias de todo o país. Entenda o porquê desse bloqueio e veja como evitá-lo.

Mais de 60 mil famílias ficam de fora do pagamento do Bolsa Família de junho e motivo é revelado (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR) 

Bolsa Família é pago mensalmente para centenas de brasileiros, atualmente mais de 21 milhões de famílias são beneficiadas. Os depósitos têm valor mínimo de R$ 600 e ajudam nas despesas mensais. Mas, algumas situações podem resultar no bloqueio do benefício.

Como o programa é voltado às famílias em vulnerabilidade social, o bloqueio acaba sendo preocupante. Por isso, hoje vamos te ensinar também o que fazer para revertê-lo.

Bloqueio no Bolsa Família

O MDS revelou que 67 mil beneficiários terão o pagamento bloqueado a partir de maio. Isso acontece principalmente por falta de atualização do Cadastro Único (CadÚnico) e pela baixa frequência escolar das crianças e adolescentes.

As duas situações podem ser revertidas e fazer com que o pagamento volte a ser feito. A especialista do FDR, Laura Alvarenga, te ensina como atualizar suas informações.

Por outro lado, outras 68 mil famílias não devem receber os pagamentos neste mês de junho. Mas poderão receber novamente no próximo mês, julho.

Além disso, outras 298.317 famílias receberam notificações em maio informando sobre uma possível suspensão do benefício.

Quais os motivos do bloqueio do Bolsa Família?

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) o pagamento pode ser bloqueado pelas seguintes razões:

  • Dados desatualizados no CadÚnico;
  • Renda familiar acima do permitido, atualmente de R$ 218 por pessoa;
  • Baixa frequência escolar das crianças da família;
  • Carteira de vacinação desatualizada;
  • Falta de acompanhamento nutricional, em caso de para crianças até 7 anos;
  • Falta de acompanhamento pré-natal para gestantes.

No vídeo abaixo o colunista do FDR, Ariel França, ensina a fazer o saque sem o cartão do Bolsa Família, veja:

Regra de proteção do Bolsa Família

Além da suspensão as famílias também podem se surpreender com a redução do valor recebido. Isso acontece quando a família ultrapassa o valor mínimo de R$ 218 por pessoa.

A chamada Regra de Proteção garante que os beneficiários continuem recebendo o Bolsa Família após conseguirem um emprego. Mas, o valor recebido é menor que o anterior. Muita gente pode se espantar com essa redução, mas é sempre bom lembrar que a expectativa é de que o Bolsa Família não seja pago eternamente.

O programa foi criado para ser uma medida temporária para as famílias, isso não significa que ele será encerrado. Pelo contrário, seu grande sucesso deve durar por muito tempo. Mas, quando a renda familiar mensal aumentar, caso a nova renda permaneça pelo período de 24 meses o Bolsa Família é suspenso.

Após isso as famílias entram em um período de 36 meses em que podem retornar ao programa, caso a renda diminua novamente para o valor citado acima.

Na regra de proteção as famílias recebem 50% do valor do benefício que tem direito. Por exemplo, uma família que recebia R$ 750 passa a receber R$ 375.

Mais de 60 mil famílias ficam de fora do pagamento do Bolsa Família de junho e motivo é revelado (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR) 

O que fazer se o Bolsa Família for bloqueado?

A primeira medida é ir até CRAS (Centro de Referência De Assistência Social) e procurar informações sobre o bloqueio. Os funcionários terão acesso às suas informações e poderão conferir o que houve. Por sinal, é interessante já comparecer nas unidades do CRAS com os seguintes documentos:

  • Documento pessoal com foto (de todos os membros da família);
  • Certidão de nascimento e casamento, caso seja necessário;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Comprovante de rendimentos de todas as pessoas que possuem renda mensal.

Um projeto em tramitação deve fazer uma importante mudança no cálculo de renda do Bolsa Família. Nas unidades também é possível procurar orientações e conferir se o cidadão tem direito a outros benefícios associados ao CadÚnico.

Calendário do Bolsa Família de junho de 2024

  • Final do NIS 1 – pagamento em 17 de junho
  • Final do NIS 2 – pagamento em 18 de junho
  • Final do NIS 3 – pagamento em 19 de junho
  • Final do NIS 4 – pagamento em 20 de junho
  • Final do NIS 5 – pagamento em 21 de junho
  • Final do NIS 6 – pagamento em 24 de junho
  • Final do NIS 7 – pagamento em 25 de junho
  • Final do NIS 8 – pagamento em 26 de junho
  • Final do NIS 9 – pagamento em 27 de junho
  • Final do NIS 0 – pagamento em 28 de junho

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Já atuei como professora de língua portuguesa e corretora textual. A produção de texto sempre foi minha paixão, foi na redação do FDR que me encontrei comp profissional e de certa forma como pessoa, por isso me dedico ao meu trabalho e, em busca de oferecer o meu melhor na produção de conteúdo do FDR tenho realizado cursos como o de UX Writing para Transformação Digital, Comunicação Digital e Data Jornalismo: Conceitos Introdutórios e o curso de Produção de Conteúdos Digitais.